×
Loading ...

Como saber se o reator de uma lâmpada fluorescente está estragado

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

As lâmpadas fluorescentes precisam de reatores para funcionar. Esse dispositivo proporciona a quantidade adequada de voltagem para acender as lâmpadas e continuar a controlar a regulagem da tensão enquanto ela estiver acesa. Porém, não existe um tamanho único para os reatores, que são projetados para lâmpadas fluorescentes e voltagens específicas. A vida média de um reator é de cerca de 50.000 horas, mas alguns problemas ambientais e elétricos podem reduzir essa vida útil e danificar o dispositivo, exigindo a instalação de um novo na luminária.

Instruções

Um medidor pode ajudar a determinar se o reator está estragado (Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images)
  1. Troque a lâmpada fluorescente se ela não acender, se ficar piscando ou se demorar muito para ligar. Se a lâmpada nova não funcionar adequadamente, teste o soquete antes de conferir o reator.

    Loading...
  2. Retire uma das lâmpadas fluorescentes. Ajuste o multímetro elétrico para 250 AC e insira ambas as pontas de prova em cada lado de um soquete. O medidor deve registrar entre 3 e 5 volts. Recoloque o reator se o medidor registrar outro valor além da voltagem indicada.

  3. Retire as lâmpadas fluorescentes da luminária e abra o centro do acessório para deixar o reator exposto. A tampa é presa à luminária por meio de parafusos ou insertos em ranhuras cortadas no metal da luminária.

  4. Verifique o reator. O dispositivo está estragado se parecer chamuscado ou se exsudar uma substância espessa, grudenta e preta.

  5. Insira uma ponta de prova no conector de torção que prende o fio preto do reator ao fio preto da fiação da casa. Enfie a outra ponta de prova no conector que une o fio branco do dispositivo e o fio branco da fiação da casa. O medidor deve registrar entre 115 e 125 volts.

  6. Desconecte a luminária fluorescente da tomada elétrica, se estiver ligada à parede. Desligue o disjuntor dentro do painel elétrico que fornece energia para a lâmpada fluorescente, caso esteja fisicamente conectada ao circuito.

  7. Remova e substitua todos os conectores na fiação do reator para apertar todas as conexões. Aperte os parafusos que prendem o reator à luminária. Ambas essas medidas podem corrigir o zumbido no dispositivo. Troque o reator se ele continuar a zumbir depois de reconectado à eletricidade.

  8. Verifique a faixa de temperaturas impressa no rótulo do reator. Os reatores possuem diferentes classificações de temperatura para operar em ambientes diferentes. Se a temperatura local for mais alta do que a faixa mais elevada do reator ou mais baixa do que a menor classificação, o reator pode não estar danificado, mas deve ser substituído por um reator adequado para o local da instalação.

  9. Verifique o rótulo do reator e veja quais lâmpadas o dispositivo deve usar e a voltagem mínima e máxima dessas lâmpadas. A vida da lâmpada pode ser diminuída se você estiver usando o tipo errado. Instale a opção correta depois que religar a luminária à eletricidade. Pode ser que você precise trocar o reator se as lâmpadas novas não acenderem. Uma luminária que funciona com a lâmpada e a voltagem erradas pode comprometer a vida útil do reator.

Loading...

Aviso

  • Alguns testes são realizados no reator enquanto a energia ainda está ligada à luminária. Use sapatos com solas de borracha enquanto estiver realizando testes elétricos em um circuito energizado.

O que você precisa

  • Lâmpadas fluorescentes
  • Multímetro elétrico com duas pontas de prova
  • Chave Phillips ou de fenda

Referências

Loading ...
Loading ...