A recuperação da cirurgia de fístula

Escrito por kimbry parker | Traduzido por mirella veloso
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A recuperação da cirurgia de fístula
A cirurgia muitas vezes é requerida se a fístula anal não se cura sozinha (laparoscopic surgery image by Grzegorz Kwolek from Fotolia.com)

A Universidade do Sistema de Saúde de Michigan define uma fístula anal como "um túnel anormal entre o canal anal e a camada externa de pele do ânus". Fístulas podem ser bem dolorosas, causando sangramentos, coceiras e dor no reto. Elas são usualmente o resultado de uma constipação. A cirurgia de fístula é por vezes requerida se a fístula anal não se cura sozinha. A cirurgia é normalmente de ambulatório, então não é preciso passar a noite no hospital. A recuperação da cirurgia de fístula pode ser administrada bem facilmente ao se seguir medidas específicas para garantir propriamente a recuperação.

Outras pessoas estão lendo

Recuperação em casa

A dor pós cirurgia da fístula é inevitável. Os primeiros três a cinco dias depois da cirurgia podem ser especialmente desconfortáveis. O seu médico provavelmente irá prescrever uma medicação para dor que irá ajudar a passar os primeiros dias. Pode ocorrer náusea e vômitos, porque esses são efeitos colaterais comuns da prescrição de analgésicos. Assim que a dor começar a melhorar, tente usar analgésicos comprados em balcões de farmácia, ao invés da medicação prescrita pelo médico.

A atadura que foi colocada na área da incisão deve permanecer no local por algumas horas depois que você foi liberado do hospital. Tome um banho de bacia na noite após a operação ou na manhã seguinte. Encha a banheira com mais ou menos dez centímetros de água morna e fique lá dentro durante 15 minutos, pelo menos duas vezes ao dia. Você também pode comprar uma bacia que encaixe no seu assento do vaso sanitário para os banhos de bacia. Para maior alívio e cura, você pode acrescentar um pouco de sais Epsom ao seu banho. Continue fazendo os banhos de bacia duas vezes ao dia durante duas semanas após a cirurgia de fístula.

Você poderá notar um escorrimento no local da incisão, bem como coceira. Isto é normal durante a recuperação. Sangue também pode ser visto na região anal, especialmente após defecar. Limpe a área cuidadosamente com um lenço úmido. Coloque uma compressa sanitária ou gaze na sua roupa de baixo para prevenir que o escorrimento ou sangue passem para as suas roupas. Se o sangramento é em profusão, isso não é normal e você deve ligar para o seu médico imediatamente.

Embora o pensamento de ter que defecar após a cirurgia de fístula pode assustar, não resista à vontade de ir ao banheiro. Isso provavelmente será desconfortável, mas abster-se de defecar pode ocasionar uma constipação, que somente irritará mais a região anal.

Compre um anel em forma de rosquinha em um farmácia local ou loja de suprimentos médicos. Essa é uma almofada macia com um furo no centro que faz com que sentar em cadeiras fique mais confortável. Atividades mais vigorosas devem ser evitadas por pelo menos uma semana após a cirurgia. Você poderá continuar as suas atividades diárias normalmente assim que se sentir suficientemente confortável para fazê-lo.

Evite ficar constipado para que a fístula possa curar-se mais rapidamente e propriamente. Faça uma dieta baseada em fibras, consumindo muitas frutas frescas e vegetais. Beba de seis a oito copos de água ao dia. Você também poderá tomar um suplemento de fibras, como Metamucil ou Benefiber, para garantir a defecação regular. Amaciadores de fezes podem ser tomados duas vezes ao dia para ajudar na prevenção da constipação.

Se você ainda não conseguiu defecar e já está no quarto dia pós-cirurgia, entre em contato com o seu médico para instruções específicas. Ele poderá pedir que faça uma lavagem no reto, chamada enema, ou que beba leite de magnésia para induzi-lo a defecar. Você deverá continuar com vontade de ir ao banheiro pelo menos dia sim, dia não.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível