Recuperação da cirurgia que trata o cotovelo de tenista

Escrito por shannon marks | Traduzido por ricardo torres iupi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Recuperação da cirurgia que trata o cotovelo de tenista
O esforço repetitivo dos mesmos músculos pode causar o cotovelo de tenista (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

O cotovelo de tenista -- também conhecido como epicondilite lateral -- é uma condição dolorosa que afeta a parte externa do cotovelo. Quando os músculos do antebraço são repetidamente estressados, o tendão no cotovelo pode tornar-se dolorido e inflamado. Embora essa lesão esteja associada, na maioria das vezes, com tenistas e outros atletas que usam uma raquete, ela pode afetar qualquer pessoa. Pintores, jardineiros e pessoas que carregam mala de mão também têm chances de desenvolvê-la. Um médico pode recomendar a cirurgia se a dor persistir após um período de 6 a 12 meses sob tratamento não-cirúrgico.

Outras pessoas estão lendo

Após a cirurgia

De acordo com a Academia Americana de Cirurgiões Ortopédicos, entre 85 e 90% dos pacientes submetidos à cirurgia para corrigir o cotovelo de tenista recuperam a força plena e eliminam a dor. Mas, antes de alcançar esses resultados, os doentes devem se recuperar por três a seis meses. Médicos do hospital Saint Vincent Catholic Medical Center, em Nova Iorque, recomendam um programa de reabilitação física para facilitar a cicatrização. Além disso, alguns pacientes podem precisar desistir da atividade que causou a lesão -- ou pelo menos diminuir a intensidade. Além disso, os especialistas acreditam que o fumo pode retardar a cura.

Uma semana após a cirurgia

A cirurgia de cotovelo de tenista geralmente não requer que o paciente passe a noite no hospital. Depois de um breve tempo na sala de recuperação, ele será enviado para casa com uma tala de cotovelo. Após cerca de uma semana, o cirurgião removerá as suturas e a tala. Pelos próximos dois meses, os pacientes podem começar as sessões de fisioterapia, nas quais eles irão fazer exercícios e alongamentos que visem restaurar o movimento e a função do braço. A aplicação de gelo nas áreas doloridas ajuda a aliviar a dor e a inflamação no tendão. A estimulação elétrica, que será feita por um fisioterapeuta, funciona da mesma maneira que o gelo, mas também aumenta a circulação do sangue.

Dois meses após a cirurgia

Os pacientes podem iniciar os exercícios de fortalecimento cerca de dois meses após a cirurgia. Um fisioterapeuta irá gradualmente introduzir diferentes atividades que envolvam os músculos do braço afetado. Se começar a usar o braço afetado muito rapidamente, causando estresse ao tendão, isso pode levar a ferimentos graves. Se a sua lesão foi sofrida durante o trabalho ou uma atividade que você pratique regularmente, seu fisioterapeuta poderá observar a técnica que possivelmente causou essa condição e lhe mostrar diferentes maneiras de segurar uma raquete ou uma ferramenta, tentando evitar que você não corra o risco de se ferir novamente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível