Como recuperar seu crédito perdido

Escrito por jennifer metz | Traduzido por rafael ferreira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Recuperar o crédito perdido tomará tempo e dedicação. Será necessário a repetição de vários passos algumas vezes, antes de perceber uma mudança verdadeira. Se há força de vontade, você colherá os benefícios financeiros. Um crédito ruim pode lhe impedir de conseguir não só empréstimos, mas também de alugar um apartamento, conseguir um emprego, comprar celulares e até entrar na faculdade. Recuperar o crédito lhe permitirá viver a vida e não sofrer os obstáculos enfrentados por pessoas com crédito ruim.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Solicite uma cópia do seu relatório crediário de cada uma das três agências de crédito: Serasa-Experian, Equifax e o SPC. Cada uma retém um arquivo único sobre seu crédito, portanto, será necessário um arquivo de cada empresa. Não há limite de solicitações, porém, há uma taxa cobrada pela informação requerida, que costuma diferir em cada empresa.

  2. 2

    Reveja seu arquivo de crédito cuidadosamente destacando os itens negativos. O relatório será detalhado em categorias. Se concentre na categoria “Itens potencialmente negativos”. Procure também por erros em seu nome, trabalho e endereços.

  3. 3

    Faça uma carta para enviar a cada uma das agências de crédito solicitando que removam até cinco itens negativos. Simplesmente diga que você está contestando a informação. Se ela estiver correta e puder ser verificada, permanecerá. Se eles não puderem verificar o item ou a informação estiver incorreta, será removida. Inclua uma cópia de sua carteira de habilitação ou identidade e envie essas cartas por correio, como carta registrada em alguma agência dos Correios. Guarde os recibos e os canhotos. Há um projeto de lei no Brasil, em andamento, que visa proibir a inclusão de um CPF nessas organizações caso a dívida esteja contestada.

  4. 4

    Procure maneiras de ficar com o crédito positivo. Se você não tem nenhum empréstimo em aberto ou cartões de créditos regulares, certifique-se que estão sendo pagos corretamente. Se precisar, encontre um cartão de crédito que é oferecido àqueles que estão recuperando o crédito. Negociações comerciais positivas aparecendo em seu relatório lhe ajudarão muito a ganhar pontos para retomar o crédito.

  5. 5

    Negocie saldar cobranças e cancelamentos mesmo se já estiverem vencidas há quase dois anos. Se estiverem, conteste-as para serem removidas. Por exemplo, se você tiver uma conta de R$ 150 de consulta médica, ligue para a agência de cobrança e ofereça para pagar a conta à vista em troca do cancelamento no seu relatório crediário. Eles não possuem isso, mas muitos negociarão na tentativa de cancelar a dívida.

  6. 6

    Negocie para cancelar saldos por uma fração do valor devido. Se você tem uma dívida de R$ 3.000 de cartão que você não pode pagar, entre em contato e ofereça pagar 50% adiantado se for possível. Se você não puder pagar, eles tentarão lhe ajudar cobrando alguma coisa. Se você se declarasse como falido ou ignorasse a dívida, eles não receberiam nada, por isso eles se contentariam com um valor menor.

  7. 7

    Repita o passo 3 a cada 45 dias até que seu relatório de crédito não tenha mais informações negativas. Parte do processo de remoção de informações ruins implica em não conseguir novas contas negativas. Pague todas em dia e mantenha seu saldo devedor o mais baixo possível.

Dicas & Advertências

  • Mantenha um registro de suas atividades. Depois que perceber algum avanço, você irá se motivar a continuar nesse processo de recuperação de crédito.
  • Não caia em esquemas de recuperação de crédito. Você pode isso por conta sem precisar pagar altas taxas para empresas terceirizadas, que com frequência não recuperarão muito do seu crédito.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível