Mais
×

Como usar as redes sociais para paquerar

Photodisc/Photodisc/Getty Images

Introdução

Foi-se o tempo em que era necessário sair de casa para encontrar o futuro amor. Ir a bares, conhecer alguém no trabalho, na faculdade, na escola, no cursinho já é parte do passado. E se você ainda recorre a esses locais para conhecer alguém, ao invés de pedir o telefone ou o e-mail do seu "alvo", provavelmente pedirá o contato dele ou dela nas redes sociais. Muitos casais se formam antes mesmo de um simples cruzar de olhos. Com a tecnologia, é bom saber como se comportar nas redes sociais para não virar motivo de “trollagem”.

Photodisc/Photodisc/Getty Images

Aproxime-se da paquera

Hoje em dia, antes mesmo de conhecer sua paquera, você já pode ter muita informação sobre ela. Mas tenha cuidado, pois, dificilmente, uma mulher irá adicionar um total desconhecido numa rede social. É bom ter pelo menos um amigo em comum. Se possível, tenha algum contato, ainda que mínimo, antes de solicitar a amizade. Caso seja inviável, você pode mandar uma mensagem particular dizendo o motivo que o levou a querer adicioná-la a sua rede de contatos. Se ela for educada, responderá. Depois, não se esqueça de se fazer presente. Um “Oi. Tudo bem?” é suficiente para começar.

Goodshoot/Goodshoot/Getty Images

Conheça o "alvo"

Agora vocês já são amigos virtuais. E uma boa forma de conhecer a gata é através das informações que a própria rede social disponibiliza. Programas de TV, gosto musical, artistas, comidas, bebidas, baladas, livros, filmes, séries, etc. Se você realmente se interessa, deve fazer uma pesquisa. Para saber como ela pensa, vale ficar ligado em seu mural. Tenha cuidado para não “Curtir” e comentar tudo o que ela posta. Neste caso, você deixará de ser um paquera para se tornar um contato invasivo, um "stalker" (perseguidor) e um mala de carteirinha.

George Doyle/Stockbyte/Getty Images

Como arrumar seu perfil

Se ela também estiver a fim, pode apostar que vai seguir os mesmos passos que você. Portanto, prepare um perfil atraente. Cuidado com as fotos que posta e, principalmente, com as que seus amigos marcam de você. É uma faca de dois gumes. Outro dado importante é o "check-in". Se sempre que você chegar a um lugar, avisar a todo mundo, veja se ela curte. Quem sabe até marcam de se encontrar futuramente no mesmo lugar.

Photodisc/Photodisc/Getty Images

Cutucar e chat

Ela já começou a curtir seus posts e, inclusive, a comentar uma coisa ou outra. Se não tem nada a dizer, mas gostaria de se fazer presente, cutuque-a. Mas lembre-se: assim como na vida real, quem cutuca, incomoda. Portanto, espere ela retribuir. O chat também é uma ótima saída. Além de ser reservado, lá a paquera corre solta. Seria como se você estivesse cara a cara com ela. Para os tímidos, uma boa vantagem é a existência de uma interface entre vocês. Para os mais saidinhos, o xaveco fica ainda mais fácil.

Photodisc/Photodisc/Getty Images

Não a vejo online

Ainda existem pessoas que não têm tanto costume de usar a rede social ou que a utilizam apenas em determinados horários. Se você nunca encontra sua paquera online, não se preocupe. Mande uma mensagem "inbox" e espere a resposta. Ficar enchendo a menina dos seus olhos com mensagens todos os dias, só fará você afastá-la ainda mais. O mesmo conselho serve para o mural. Mensagens no mural, só com muita intimidade. Porém, muita intimidade com sua paquera pode ser sinal de duas coisas: ou vocês estão indo bem e vão começar um namoro ou vão ficar na zona da amizade.

Michael Blann/Digital Vision/Getty Images

Postar fotos

Se você está procurando evoluir sua paquera para algo mais, muito cuidado com as fotos. No caso dos homens, ficar postando foto sem camisa, só para mostrar o corpo sarado, não é ponto positivo com algumas mulheres. Para as mulheres, subir fotos fazendo biquinho na frente do espelho pode jogar contra. Pode parecer atraente, mas é um tremendo gol contra. O que conta são as fotos naturais. Você até pode ser o engraçadinho da foto, mas se as imagens são forçadas, elas perdem todo o encanto.

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Marcações

As conversas entre vocês já ocorrem com certa naturalidade e talvez já tenham até evoluído para outra rede social. Portanto, as marcações já não são tão invasivas. Ao marcar sua paquera, faça em alguma notícia de comum interesse, para aproveitar para convidá-la para um show ou ainda para pegar um cineminha depois do expediente. Ela verá que você tem investindo o seu tempo pensando nela. Mas cuidado, o conteúdo ficará visível para todo mundo, não só para você e ela. Nada de perguntas indiscretas, piadinhas sem graça ou qualquer outra coisa que venha a fazê-lo se arrepender depois. Há muita coisa em jogo!

BananaStock/BananaStock/Getty Images

Bom português

A forma mais simples de se comunicar através das redes sociais é escrevendo. Mas fique atento ao português correto. Não precisa ser impecável. Porém, é recomendável não confundir coisas básicas, como "mais" e "mas". Vale a pena revisar também se a palavra se escreve com “ss”, “s” ou “ç”. O amor é cego, mas uma ortografia capenga pode acabar com qualquer tentativa de começar um romance. Em caso de dúvidas, consulte sites especializados na língua portuguesa. Se for escrever em outro idioma, o conselho é o mesmo. Se não estiver seguro, é melhor não escrever nada.

Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images

Dê "tchau" à rede social

Foi bom enquanto durou. Mas a rede social vai ter que "ficar pra trás". Não se esqueça que o bom do relacionamento é estar junto de quem se gosta. Tire proveito para usar a rede social a seu favor mesmo depois que a paquera virar um namoro ou um grande amor. Declarações no mural funcionam, mas muitas pessoas preferem um simples “Oi. Estou pensando em você!”. Postar uma música que tem a ver com vocês também é bacana. Se gostar de escrever, não deixe de redigir algo bacana em seu mural. Ela vai adorar e os amigos vão curtir.

Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images

Não deu certo?

Caso seu investimento não tenha dado frutos como imaginava, comporte-se adequedamente. O que mais se vê nas redes sociais são pessoas feridas mandando indiretas nas redes sociais. Muito cuidado! Como a informação é visível para todo mundo, alguém pode interpretar de maneira errada sua mensagem. Evite mandar indiretas na sua "timeline". Muito menos na da sua paquera. Caso você sinta a necessidade de dizer alguma coisa, faça através do bom e velho telefone ou pessoalmente. Em última instância, utilize o inbox. Dessa forma, será mais reservado e quem sabe ela volta a pensar com mais carinho na situação? Boa Sorte!