Por que regular giclês dos carburadores depois de trocar o escapamento?

Escrito por tom lutzenberger | Traduzido por rafael ferreira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que regular giclês dos carburadores depois de trocar o escapamento?
Coletores do escapamento em uma moto (Motorcycle Exhaust image by Billy Tait from Fotolia.com)

Trocar o escapamento de um motor que tenha carburador é mais que apenas parafusar um cano novo. Quer seja um carro, moto ou scooter, provavelmente você precisará verificar se o carburador está esguichando o ar corretamente no novo escapamento.

Outras pessoas estão lendo

Explicando a regulagem

Os carburadores foram projetados para misturar ar e combustível à medida que o motor funciona e acelera. Essa mistura é necessária porque, em motores de combustão, tanto o combustível quanto o ar são fundamentais para a ignição. A combustão, então, transfere a energia para os pistões do motor, que por sua vez acionam o virabrequim e o carro como um todo.

Os carburadores fornecem a mistura correta através dos giclês, que são peças de latão com pequenos furos. Os buracos regulam a quantidade de combustível que passa pelo carburador. Os giclês maiores possibilitam a passagem de mais combustível; os menores, menos. O processo de regulagem deles calcula qual é o tamanho necessário para manter um motor em funcionamento com a mistura correta. Com pouco combustível, o motor pode morrer ou superaquecer (em RPMs altos). Com muito combustível, o motor pode afogar e atolar.

Trocar ou não?

Caso você esteja apenas trocando o escapamento por outro do mesmo modelo, provavelmente não será necessário regular o carburador. O problema aparece quando se instala um escapamento mais forte ou personalizado. Ao fazê-lo, a temperatura de funcionamento do motor aumenta e é necessário mais combustível para compensar, exigindo um giclê maior e, por conseguinte, a regulagem do carburador para que atenda a nova exigência do escapamento.

Não modifique nem troque giclês

Giclês são tão baratos que não há necessidade de modificá-los por conta própria em casa. Primeiro: essas peças são fabricadas por máquinas, com medidas exatas; você nunca será tão preciso. Segundo: o giclê modificado em casa não cumprirá corretamente as especificações de fábrica, causando problemas no motor inconsistentes com as configurações de fábrica.

Além disso, giclês de produtores de carburador diferentes vêm em classificações diferentes. Não é inteligente nem possível supor que o giclê de um carburador Mikuni funcionará perfeitamente em um Dellorto. Utilize as peças fornecidas pelo produtor do seu carburador.

Advertências

Vários fabricantes estão preocupados em passar nos testes de emissão. Como resultado, os giclês de ponta menor, para a primeira marcha e marchas lentas, tendem a ser mais fracos do que deveriam, já que esses são os estágios em que o motor produz mais poluição. Em segundo lugar, como os carburadores podem ser utilizados nas montanhas da França ou nas planícies de Ohio, os fabricantes também fazem os giclês de ponta grande maiores do que deveriam, em alguns casos. Se ele funcionar bem, o fabricante pode pelo menos estar certo que a peça não destruiu um motor.

Manutenção

Geralmente, a regulagem exige que se abra alguma parte do carburador. Não esqueça de usar novas gaxetas quando remontá-lo. Deixar de trocá-la pode levar a um vazamento ou a um rangido dentro do carburador.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível