A relação entre a perda de peso e a tiroxina

Escrito por james rada, jr. | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A tireoide pode ajudar ou prejudicar seus esforços para perder peso. Se o funcionamento da glândula estiver lento (hipotireoidismo), você começará a ganhar peso, mas, em caso de hipertireoidismo ou de hiperatividade desse órgão, o resultado será a perda de peso. Assim, objetivando emagrecer, as pessoas estimulam a glândula tireoide para que ela tenha uma atividade maior do que a habitual.

Outras pessoas estão lendo

Glândula tireoide

O papel dessa glândula é ajudar a produzir a energia de que o organismo precisa, controlando a temperatura do corpo e ajudando os outros órgãos em suas funções. Nesse processo, a tireoide produz dois hormônios, a tiroxina e a triiodotirodina, que ajudam a queimar as gorduras, os carboidratos e as proteínas para produzir energia.

L-tiroxina

A L-tiroxina é um hormônio sintético da tireoide, que imita a função de um dos dois hormônios produzidos naturalmente na glândula, a tiroxina. Em altas doses, esses dois hormônios aceleram a queima de gordura, mesmo quando o consumo de calorias é maior do que o habitual. Em doses mais baixas, eles queimam a gordura, mas também as proteínas e os carboidratos e isso pode resultar em perda de massa muscular.

O que acontece

A tiroxina aumenta a taxa metabólica. Ela proporciona mais energia, uma queima maior de calorias e a perda de peso. Quando uma pessoa se exercita, os níveis de tiroxina no sangue aumentam em 30% ou mais e permanecem elevados. Esse aumento amplia os efeitos da L-tiroxina.

Dosagem

Os atletas geralmente tomam de 0,2 a 0,4 mg/dia de L-tiroxina para obter o melhor benefício de queima de gordura sem perder músculo. Considera-se uma dose elevada valores entre 0,4 a 0,6 mg/dia. É recomendado iniciar a ingestão do hormônio na dose baixa e aumentá-la gradualmente depois de uma semana ou mais, até alcançar a ingestão diária de 0,2 a 0,4 mg.

Efeitos adversos

Quando usada corretamente, a L-tiroxina é, em geral, segura. Ela acelerará o funcionamento da glândula tireoide e provocará a queima de gordura. No entanto, doses altas ou que são aumentadas muito rapidamente podem causar sintomas como tremor nos dedos, transpiração, diarreia, insônia, náusea e aumento da frequência cardíaca.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível