Qual a relação entre polinização e fertilização em angiospermas?

Escrito por elizabeth stover | Traduzido por karla marques vollkopf
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual a relação entre polinização e fertilização em angiospermas?
Algumas flores possuem órgãos masculinos e femininos (flickr.com)

As partes reprodutivas de angiospermas encontram-se dentro das flores. Algumas possuem ambas as partes femininas e masculinas na mesma flor, enquanto em outras espécies ficam em flores separadas. Essas partes femininas e masculinas devem se conectar para que a fertilização ocorra e novas plantas sejam formadas. Muitas vezes, esse processo ocorre com a ajuda de outras criaturas vivas.

Outras pessoas estão lendo

Masculino

As partes masculinas de uma flor, chamada de estame, é formada por um filamento e uma antera, e produz o pólen. A polinização ocorre quando o pólen, com as células de esperma, chegam até a parte feminina da planta.

Feminina

A parte feminina da flor, o pistilo, é formado por um ovário, estilete e estigma, que é grudento e captura o pólen durante a polinização. O ovário é onde o óvulo fica.

Antera para estigma

O pólen viaja da antera até o estigma por meio de vento, insetos ou água. Se ele aterrizar no estigma da mesma espécie, a fertilização começa.

Tubo de passagem

O pólen produz um tubo polínico que cresce do interior do estilete até o ovário, óvulo e célula-ovo. As células de esperma passam pelo tubo e chegam à célula-ovo.

Fertilização

Quando o esperma fertiliza a célula-ovo, ela se torna uma semente. As outras células de esperma se juntam com as células do óvulo e criam alimento para a célula-ovo fertilizada e a fruta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível