Remédios caseiros para vaginites caninas

Escrito por caryn anderson Google | Traduzido por poliana r. garrido
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Remédios caseiros para vaginites caninas
Remédios caseiros e orientação veterinária ajudam o cão a sarar (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

A vaginite canina é uma condição complexa com duas principais distinções: a vaginite juvenil e a primária em cães adultos. Compreender as diferenças entre elas e trabalhar em conjunto com o veterinário são cruciais para tratar efetivamente a afecção e prevenir a recorrência. A orientação veterinária junto com remédios holísticos caseiros pode ser uma combinação de sucesso.

Outras pessoas estão lendo

Compreendendo a vaginite canina

A vaginite juvenil, ou em filhotes, ocorre comumente em fêmeas entre 6 semanas e 8 meses de idade e muitas vezes se resolve sozinha com a chegada da maturidade. Os sintomas incluem um corrimento vaginal branco ou amarelo, pegajoso e opaco. A afecção pode sarar e retornar intermitentemente até o animal atingir a puberdade -- quando geralmente some. É importante consultar seu veterinário para determinar a causa -- especificamente para descartar quaisquer condições mais graves que poderiam estar ligadas ao seu surgimento.

Quando se trata de vaginite primária no cão adulto, é importante determinar quaisquer causas subjacentes como incontinência, anormalidades na anatomia, dobras de gordura ao longo da vulva ou do trato urinário devido à obesidade, infecções -- que geralmente estão ligadas à afecção. Em casos de infecções bacterianas e do trato urinário, a terapia com antibióticos pode ser necessária para tratar corretamente a doença. As anomalias anatômicas podem propiciar acúmulos de urina que irritam a delicada mucosa da vagina. Isso talvez exija reparo cirúrgico dependendo da gravidade do caso.

Remédios caseiros para vaginites caninas
Cães adultos e filhotes necessitam de cuidados diferenciados (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

Remédios caseiros preventivos

Remédios caseiros podem ajudar a prevenir a reincidência dos sintomas no seu cachorro. O tratamento para a vaginite em filhotes é simples e consiste basicamente na limpeza da área afetada duas vezes por dia com uma toalhinha quente com shampoo de cachorro diluído -- certifique-se de enxaguar bem, ou com lenços umedecidos. Minimize a exposição do seu cachorro a toxinas, produtos químicos e pesticidas -- estes podem irritar os tecidos delicados -- e mantenha toda cama do animal e seus acessórios muito limpos. Nutrição de qualidade também irá ajudar a fortalecer a função imunológica e a capacidade do cachorro de combater a infecção. Para ajudar a prevenir a vaginite primária do cão adulto, é imperativo manter uma dieta saudável e o peso ideal; cães obesos podem desenvolver dobras sobre a vulva, o que pode criar um terreno fértil para as bactérias. Manter o pelo aparado em torno dos órgãos genitais ajudará, assim como, prestar atenção a quaisquer resíduos de plantas que possam entrar na vagina.

Remédios caseiros para vaginites caninas
Higiene e nutrição são fundamentais para prevenir e tratar a doença (Chris Amaral/Digital Vision/Getty Images)

Remédios caseiros para tratamento

O tratamento por conta própria de uma infecção ativa pode ser eficaz, mas é importante observar que se o cão apresentar sintomas graves ou não melhore com o tratamento caseiro, deve-se entrar em contato com o veterinário para orientações adicionais e opções de tratamento. O objetivo é duplo: para matar as bactérias que causam a condição existente e para reduzir a inflamação. Existem soluções homeopáticas para matar estes organismos, como o óleo essencial de melaleuca -- que tem propriedades anti-sépticas e antibacterianas.

Este óleo é de uso tópico e sempre deve ser diluído para evitar que irrite a pele, a proporção para diluição é de 1 colher de chá de óleo em 1 copo de água. Aplique na parte externa da área afetada.

A equinácea é amplamente utilizada como um suplemento seguro que estimula o sistema imunológico e pode ser bastante útil no tratamento de infecções bacterianas. Os probióticos lactobacilllus acidophilus são bactérias benéficas que podem ajudar a prevenir o desenvolvimento excessivo das bactérias indesejáveis. Outras ervas como a alteia, a mirra, o hidraste, o cohosh-preto, a copta, a calêndula, o algodoeiro e o confrei também são recomendados como parte de uma ducha duas vezes ao dia, ou um banho de assento.

Remédios caseiros para vaginites caninas
Banhos de assento e óleos de uso tópico são recomendados (Martin Poole/Digital Vision/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível