Remédios naturais para a baixa libido durante a menopausa

Escrito por juniper russo | Traduzido por ana simoes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Remédios naturais para a baixa libido durante a menopausa
Remédios caseiros podem combater a baixa libido (Thomas Northcut/Photodisc/Getty Images)

Muitas mulheres experimentam desinteresse sexual durante e após a menopausa, como resultado de alterações hormonais, fisiológicas e emocionais associados à meia-idade. Se não for tratada, a baixa libido pode levar à problemas de relacionamento, constrangimento e até mesmo depressão clínica. Felizmente, uma combinação de ervas naturais, aminoácidos e ajustes no estilo de vida podem ativar a vitalidade sexual em qualquer fase da vida.

Outras pessoas estão lendo

Mudança no estilo de vida

O cansaço e o estresse são causas comuns de disfunção sexual, especialmente durante a menopausa. A vontade sexual está intimamente ligada ao estado geral de bem-estar emocional e físico de uma mulher. Exercícios, uma dieta saudável e uma boa noite de sono são os medicamentos mais potentes que a natureza tem para oferecer.

Mulheres na menopausa também devem se envolver em atividades que as ajudem a se sentir mais atraentes, seja se bronzear de biquíni ou vestir uma saia curta para ir ao supermercado. A auto-estima e a sensualidade não possuem limite de idade, mas as mulheres que estão passando pela menopausa muitas vezes sofrem de sentimentos de insatisfação. A auto-imagem positiva é a pedra fundamental para uma vida sexual saudável para as mulheres de todas as idades.

Remédios de ervas

Dois remédios populares de ervas podem ajudar a melhorar a intimidade de mulheres de todas as idades, especialmente daquelas que estiverem passando pela menopausa. De acordo com o National Institutes of Health, a acteia é um dos suplementos de ervas mais populares para estabilizar os hormônios femininos durante e após a menopausa. Outras ervas que também afetam os hormônios, como o agno-casto e o dong quai também podem ser úteis.

Os herboristas também recomendam adaptogênicos como rhodiola, ginseng e ashwagandha, que podem ajudar o corpo a se adaptar a menopausa com menos distúrbios de sono e alterações de humor. Ao promover um estado de vitalidade geral, adaptogênicos podem melhorar a vontade sexual e a libido.

Aminoácidos

O aminoácido L-arginina é comumente usado como um potenciador sexual para homens e mulheres e com razão. Este suplemento atua como um precursor de óxido nítrico, o que contribui para dilatar os vasos sanguíneos, aumentar os níveis de energia e aumentar a sensibilidade genital.

Dois outros aminoácidos, L-ornitina e L-citrulina, têm mecanismos de ação semelhantes e também podem ajudar a aumentar a vontade sexual. Esses três compostos são vendidos individualmente, mas também podem ser encontrados nos complexos de aminoácidos, certos suplementos multivitamínicos e fórmulas especializadas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível