As representações da arte na mitologia grega: terra, vento, fogo e água

Escrito por cheryl card | Traduzido por césar campos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As representações da arte na mitologia grega: terra, vento, fogo e água
Os gregos antigos valorizavam a civilização avançada e seus deuses (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Um filósofo grego chamado Empédocles acreditava que toda matéria fosse composta de quatro elementos: terra, ar, fogo e água. Ele também considerava que esses elementos eram essências espirituais e os associava a quatro deusas e deuses gregos. Empédocles viveu na Sicília e estava tão longe do centro da geografia grega antiga quanto da corrente principal da civilização grega. Encontrar um elemento da natureza na arte grega é a exceção, não a regra.

Outras pessoas estão lendo

A arte grega antiga

Pense sobre as representações dos elementos da natureza na arte e você provavelmente pensará nas pinturas. A arte grega era principalmente a arquitetura e a escultura. Eles não produziam pinturas como pensamos hoje ou coisas que penduraríamos na parede. Os artistas gregos pintavam murais, mas, na maior parte das vezes, decoravam cerâmicas, principalmente os vasos. Na maioria da vezes, os personagens eram pessoas com um animal qualquer na escultura. Os gregos são famosos por suas formas de arquitetura.

Os quatro elementos

Os quatro elementos básicos -- terra, ar, fogo e água -- foram importantes na Babilônia e nas civilizações gregas clássicas. Os gregos passaram esses valores através da Idade Média até o Renascimento na Europa e influenciaram o pensamento ocidental. Na Grécia, os elementos naturais foram estudados mais como parte da ciência do que da arte. Aristóteles descreveu os elementos e observou que as estrelas eram provavelmente compostas de algo diferente. O éter foi identificado como o quinto elemento.

Mais ciência do que arte

O papel dos quatro elementos no pensamento ocidental retornou da Grécia através da Arábia. Um alquimista era em parte cientista e em parte filósofo. Geralmente, os alquimistas são considerados pessoas que acreditavam que outros elementos poderiam ser transformados em ouro. Um alquimista árabe adicionou mercúrio e enxofre a outros elementos. Isso, combinado com o pensamento aristotélico, trouxe uma classificação dos elementos, sendo identificados os que se assemelhavam à tabela periódica moderna. Embora a ciência e a arte tenham se desenvolvido em conjunto durante o Renascimento, isso não era uma característica da Grécia antiga.

Nike: A exceção

A estátua de Nike de Samotrácia, também chamada Vitória Alada, é uma famosa obra de arte da Grécia que mostra a influência de um elemento. A deusa encontra-se na proa de um navio e envolta em vestes que são claramente sopradas pelo vento. Provavelmente, a estátua foi esculpida por um artista de Rhodes e comemorava a vitória triunfal sobre Antíoco, o Grande, por Eudamos de Rhodes em 190 antes de cristo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível