on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Respiração ofegante pós-parto em cadelas

As cadelas podem enfrentar várias mudanças quando seus corpos se ajustam à fase pós-parto, especialmente enquanto amamentam seus filhotes. Por mais que a maioria dos cachorros enfrentem poucos problemas nesse período, alguns que dão à luz ninhadas maiores podem desenvolver uma complicação chamada eclâmpsia ou febre do leite. Os primeiros estágios da doença, que apresenta risco de morte, são caracterizados por mudanças óbvias na respiração do animal, que começa a ofegar excessivamente.

A respiração ofegante após o parto pode indicar um problema com risco de morte (puppy image by Vitaliy Pakhnyushchyy from Fotolia.com)

Sobre a doença

Não é normal que a respiração da cadela comece a ficar ofegante logo após o parto. Esse e outros sintomas ligados à eclâmpsia mostram seus primeiros sinais várias semanas depois do nascimento dos filhotes. Por mais que muitos cachorros possam desenvolver essa doença, os de porte menor e com ninhada maior são mais suscetíveis. Quando a respiração ofegante progride para inquietação, comportamento ansioso e fraqueza muscular, são necessários cuidados veterinários para salvar a vida do animal.

Loading...

Desenvolvimento

A eclâmpsia se desenvolve quando os níveis de cálcio no sangue do cachorro caem perigosamente. Quando a cadela está amamentando, o cálcio armazenado em seu corpo é transferido para o leite materno,e caso ela não receba quantidades suficientes de cálcio em sua dieta, o corpo começa a retirá-lo da corrente sanguínea e dos músculos para enriquecer o leite. Isso eventualmente leva a tremores musculares, fraqueza e convulsões, nos estágios mais avançados da doença.

Tratamento

O veterinário considerará a eclâmpsia como uma emergência e administrará cálcio por vias intervenosas. O coração da cadela será monitorado durante o processo para assegurar que ela não receba cálcio demais e de forma muito rápida. O animal deve responder quase imediatamente à normalização dos níveis de cálcio no sangue. Ao voltar para casa, os filhotes não devem ser amamentados durante 24 horas; troque o leite materno por um substituto. Caso eles voltem a mamar depois desse período, a cadela deverá receber suplementos de cálcio. Além disso, a vitamina D pode ser adicionada à dieta, já que ajuda os intestinos a absorver esse mineral. Consulte as dosagens corretas com o veterinário.

Prevenção

As cadelas que apresentam eclâmpsia depois da primeira gravidez estão propensas a desenvolvê-la novamente, devendo receber suplementos nutricionais durante as gestações seguintes, principalmente de cálcio. No entanto, também há riscos de ela receber cálcio demais durante a gravidez. Consulte o veterinário sobre a quantidade certa do mineral. Depois do parto, ela deve receber cálcio extra enquanto estiver amamentando.

Advertência

Caso suspeite que sua cadela desenvolveu eclâmpsia durante a amamentação, não tente tratá-la em casa. Quando a respiração ofegante e outros sintomas começarem a aparecer, procure cuidados veterinários imediatamente.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...