Rimadyl vs. Tramodol

Escrito por jay leone | Traduzido por aline cortez
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Rimadyl vs. Tramodol
Tramadol e Rimadyl tratam dor em cães

O Tramadol é usado para tratar dor moderada ou aguda em cães. O Rimadyl trata dor e inflamação causadas por artrite e outros problemas de articulação. O Tramadol pode ser dado a gatos, já o Rimadyl não. Ambas as medicações são vendidas apenas com receita. É preciso consultar um veterinário antes de dar qualquer uma das medicações a cães ou gatos.

Outras pessoas estão lendo

Características

O principal ingrediente do Tramadol é o cloridrato de tramadol. Essa droga é um analgésico vendido com prescrição. Cada comprimido tem 50 mg de cloridrato de tramadol. O principal ingrediente do Rimadyl é o carprofeno, que é uma droga analgésica anti-inflamatória não esteroide. Tanto os comprimidos de Rimadyl comuns como os mastigáveis estão disponíveis em doses de 100 mg, 75 mg ou 25 mg.

Função

Os mecanismos por trás do Tramadol são similares aos da morfina. De acordo com o site 1800petmeds.com, "assim como a morfina, o Tramadol se liga a receptores no cérebro que são importantes para transmitir a sensação de dor através do corpo (receptores opioides) e os bloqueia" (ver referência 1). O Rimadyl contém carprofeno, que detém a dor e a inflamação inibindo a síntese de compostos chamados prostaglandinas.

Benefícios

O principal benefício do Tramadol é o alívio de dores, incluindo pós-operatória e crônica. Esse medicamento pode ser usado como alternativa ou em conjunto com anti-inflamatórios não esteroides. O Rimadyl é fácil de administrar a cães, já que está disponível em comprimidos mastigáveis com sabor de fígado. Ele também é bem tolerado por todas as raças.

Dosagem

A dosagem adequada das duas medicações deve ser indicada por um veterinário. A dose geralmente usada do Tramadol para cães de é 0,45 a 1,8 mg por cada 453 gramas de peso. Esse medicamento deve ser administrado oralmente a cada 8 ou 12 horas. No tratamento de câncer crônico, a dose permanece a mesma, mas deve ser tomada a cada 6 horas. Para gatos, normalmente a dose é de 1,8 mg duas vezes ao dia. A dosagem de Rimadyl é de 2 mg por cada 453 gramas de peso uma vez ao dia. Pode-se também dividi-la a 1 mg, duas vezes ao dia.

Efeitos colaterais

Em casos raros, o uso do Tramadol pode resultar em convulsões. O risco de convulsão é maior em cães com histórico de epilepsia ou doenças metabólicas, bem como em cães tomando antidepressivo, relaxante muscular ou remédio para enjoo. Os efeitos colaterais comuns associados ao Tramadol são: sonolência, fraqueza, vômito, constipação, visão embaçada e insônia. No caso do Rimadyl, são: dor de cabeça, tontura, náusea, constipação, diarreia, depressão, fadiga e boca seca.

Advertências

Doses muito altas de Tramadol podem ser fatais. Sintomas de sobredose incluem respiração curta, tontura, batimento cardíaco lento, fraqueza extrema, desmaio e coma. Pode-se desenvolver dependência do Tramadol com seu uso regular, mas a medicação não pode ser descontinuada subitamente, pois pode resultar em sintomas de retirada. Esses podem incluir náusea, ansiedade, diarreia, tremores, calafrios e dificuldade para respirar. O uso do Rimadryl pode provocar fezes gelatinosas, escuras ou com sangue, além de vômito com sangue. Se algum desses sintomas aparecer, informe o veterinário imediatamente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível