Riscos e complicações da cirurgia do menisco

Escrito por william norman | Traduzido por bruno callegari
Riscos e complicações da cirurgia do menisco
Os antibióticos reduzem o risco de infecção na cirurgia do menisco (Image by Flickr.com, courtesy of Chie Gondo)

As técnicas modernas fazem o reparo cirúrgico da cartilagem do menisco um procedimento relativamente simples, mas, como acontece em praticamente qualquer cirurgia, os riscos e as complicações existem.

Cirurgia do menisco

De acordo com a Quest Diagnostics, uma cirurgia para reparar a cartilagem do menisco na articulação do joelho pode ser feita tanto da maneira aberta tradicional, quanto através de uma artroscopia minimamente invasiva. Em ambos os procedimentos, os cirurgiões costuram a cartilagem rasgada com suturas dissolúveis.

Infecção

A infecção no local da cirurgia pode ocorrer, mas os antibióticos administrados antes do procedimento diminuem o risco.

Lesão

A cirurgia pode resultar em danos nos nervos, geralmente sob a pele. Esta complicação tende a se curar dentro de três meses após o procedimento. Danos aos nervos mais profundos raramente ocorrem.

Coágulos

Coágulos de sangue podem se formar na perna após a cirurgia. Um programa de três meses de medicamentos para afinar o sangue pode reduzir o risco dos coágulos migrarem para os pulmões.

Anestesia

A cirurgia do menisco pode envolver tanto anestesia geral, quanto local. A Mayo Clinic avisa que a anestesia geral traz riscos, que vão desde desorientação até ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral, que podem ser fatais, especialmente em pessoas mais velhas. Muito raramente o paciente pode sofrer uma reação alérgica ao anestésico local.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível