Os riscos da pílula do dia seguinte

Escrito por amber taylor | Traduzido por rafaela pereira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os riscos da pílula do dia seguinte
A pílula do dia seguinte também tem seus riscos (Photo from: http://healthyliving.freedomblogging.com)

A pílula do dia seguinte é um método anticoncepcional de emergência aprovado pela ANVISA. A pílula, na prática, pode ser comprada sem prescrição na maioria das farmácias, mas existem riscos envolvidos em sua administração.

Outras pessoas estão lendo

Cronograma

Para funcionar efetivamente, a pílula do dia seguinte deve ser tomada dentro de 72 horas após a relação sexual. Essa forma de contraceptivo de emergência é uma dosagem alta da pílula anticoncepcional comum.

Tipos

Existem dois tipos principais de pílula do dia seguinte: Preven e Plan B são as mais comumente usadas.

Função

A pílula do dia seguinte funciona de uma das três formas para prevenir a gravidez: alterando o círculo menstrual e atrasando a ovulação, impedindo a ovulação e a liberação do óvulo pelo ovário ou irritando o endométrio uterino para prevenir a implementação do zigoto.

Atenção

A pílula do dia seguinte não pode ser tomada com certos medicamentos por conta das interações. É importante perguntar a um farmacêutico sobre os medicamentos antes de tomar uma dose da pílula do dia seguinte.

Considerações

A pílula do dia seguinte mostrou aumentar o número de gravidez ectópicas, em que o embrião se implanta nas trompas em vez do útero.

Efeitos

Efeitos colaterais sérios podem ocorrer: enxaqueca, tontura, hemorragia cerebral, mudanças nos olhos, coágulos de sangue no coração, intestinos e pulmões, insuficiência renal, ataque cardíaco, descoloração da pele e ciclos menstruais alterados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível