Os riscos para a saúde dos íons negativos

Escrito por brianna byrne | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os riscos para a saúde dos íons negativos
A ionização negativa do ar ocorre naturalmente em certos ambientes (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Os íons negativos são uma parte do meio ambiente que ocorre naturalmente. Essas partículas de ar carregadas estão sempre se movendo à nossa volta e ficam particularmente concentradas durante os meses de verão. Professores e médicos prestigiosos estão apenas começando a entender os benefícios para a saúde que esses tipos de partículas aéreas têm. Enquanto os próprios íons não possuem efeitos negativos na saúde, que se conheça, os riscos para a saúde podem vir: de uma falta de íons positivos, das máquinas que afirmam produzir íons negativos e da supervalorização dos benefícios dessas partículas de ar.

Outras pessoas estão lendo

Íons negativos

Embora médicos e cientistas não possam dizer com certeza o que exatamente os íons negativos fazem por homens e animais, muitos especialistas concordam que eles pelo menos podem ajudar a aumentar a energia e melhorar o humor. As próprias partículas são apenas moléculas de ar comuns ou de dióxido de carbono, de oxigênio, de nitrogênio ou mesmo de água, que ganharam um elétron extra. Isso as torna negativamente carregadas. O processo de transformar moléculas de ar normal em íons negativos é chamado de ionização e ocorre naturalmente quando o ar está sob a influência de fontes energéticas, como a luz do sol, os raios ou mesmo as cachoeiras. Mas as moléculas de ar também têm a capacidade de perder um elétron, o que as transforma em íons carregados positivamente. Essas também podem ser benéficas.

Íons positivos

Um risco para a saúde em focar demais nos íons negativos é que certos consumidores podem não conseguir íons positivos suficientes, o que também traz benefícios para a saúde. Em particular, os íons positivos têm um efeito oxidante que ajuda o corpo a lutar contra certos vírus e outras doenças. Até os maiores proponentes dos efeitos para a saúde dos íons negativos concordam que as pessoas precisam receber um pouco dos dois tipos de íons para benefícios ideais para a saúde.

Geradores de íons negativos

Um risco mais sério para a saúde que poderia ser agravado pela caçada por mais íons negativos é o ozônio potencial que o corpo poderia absorver de certas máquinas dedicadas a produzir íons negativos. Segundo o Times do Japão, a cientista pesquisadora Yuko Amo notou que as máquinas de íons negativos frequentemente usam o método de descargas elétricas para produzir esses íons. No entanto, essas máquinas também costumam liberar ozônio, um gás prejudicial e altamente tóxico. Assim, os consumidores devem ficar atentos quando pensarem em adquirir uma máquina geradora de íons negativos.

Superestimando benefícios

Outro risco potencial dos íons negativos é que os proponentes podem superestimar os benefícios dessas moléculas para a saúde. Dado o grande número de produtos de ionização e as muitas reivindicações feitas a respeito desses produtos, os consumidores podem ser levados a acreditar que conseguir íons negativos os ajudará a fazer qualquer coisa, desde eliminar a depressão até lutar contra o câncer. Embora os íons negativos possam ajudar o corpo com depressão sazonal e possam permitir um melhor funcionamento do corpo, muitas dessas afirmações são infundadas e não baseadas em evidência científica. Para muitos casos, pode não haver problema em usar a terapia de íons negativos, mas ainda é imperativo conversar com um médico e explorar métodos de tratamento credenciados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível