Rituais Metodistas de comunhão

Escrito por stephanie crumley hill | Traduzido por ricardo guardati
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Rituais Metodistas de comunhão
Rituais Metodistas podem variar (Marriage communion elements image by Allen Penton from Fotolia.com)

A comunhão é um ritual central do Cristianismo, e, juntamente com o batismo, é um dos dois sacramentos instituídos por Cristo, de acordo com a Igreja Metodista. Os Metodistas defendem que a comunhão é uma parte antiga da profissão da fé. Muito embora afirmem que um sentido de continuidade espiritual é importante, permitem uma grande variação na mecânica do rito.

Outras pessoas estão lendo

A mesa aberta

Os Metodistas praticam a comunhão como uma "mesa aberta." Eles acreditam que a mesa de comunhão não é propriedade de nenhuma seita, denominação ou congregação, mas sim propriedade exclusiva de Deus. Quando a comunhão é oferecida, ela representa a mesa de Deus colocada diante do povo e as regras que o homem deve seguir para receber alimento espiritual.Todos são bem-vindos para receber a comunhão, independentemente de serem membros da igreja ou de seu estado de filiação, batismo ou profissão de fé. Metodistas acreditam que a comunhão é um dom de Deus e não deve ser negado a ninguém que pela graça de Deus, irá recebê-la.

Palavras do ritual

Existe um sistema básico de palavras do sacramento da comunhão no Hinário Metodista Unido. Embora os pastores devam ser fluentes em seu uso, são encorajados a usar rituais de outras denominações, desde que sejam consistentes com os princípios básicos e estejam de acordo com os ideais litúrgicos e teológicos da Igreja Metodista.

Mecânica

Metodistas não creem que haja uma mudança física nos elementos do pão e do vinho. Devido à essência do sacramento ser espiritual, são permitidas variações em suas expressões. Em muitos casos, o "vinho" não é vinho, mas suco de uva. Pode ser servido em um cálice comum ou em pequenos copos individuais descartáveis. O pão, ou acolhimento, pode ser desde um pedaço de pão até "wafers" preparados comercialmente. O pão pode ser consumido separadamente ou por intinção, o que é a prática de mergulhar o pão no vinho antes de consumir (normalmente praticado com um cálice comum). Todas essas considerações são deixadas a julgamento da congregação de acordo a suas necessidades e tradições.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível