Mais
×

Rochas que contém esfarelita

Atualizado em 17 abril, 2017

A esfalerita é um mineral comum que é a principal fonte de zinco, bem como dos metais mais raros como cádmio, gálio e irídio. Costuma ser encontrada em veios no calcário, mas também pode aparecer em pequenas quantidades em muitos outros tipos de rocha. As esfalerita também é comum acompanhando outros minerais. Algumas das ocorrências mais frequentes são com a galena, fluorita e dolomita.

A esfalerita é o minério primário do zinco (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Esfalerita

A esfalerita é composta de zinco e enxofre. Tipicamente, contém traços de outros materiais, como ferro, magnésio e manganês, o que afeta suas propriedades, claridade e cor. Não é comum encontrar esfalerita entre minerais, já que pode ser encontrada tanto com cristais transparentes ou escuros e metálicos. Também apresenta-se em várias cores, como laranja, amarelo, verde, marrom e cinza; cristais vermelhos ou metálicos negros se formam quando os cristais apresentam um alto teor de ferro.

Calcário

O calcário é um tipo de rocha sedimentar composta por calcita ou CaCO3. Existem vários tipos de calcário, pois ele pode ser formado de várias maneiras. Essa rocha costuma ser composta de materiais orgânicos, como os recifes de coral, que são essencialmente pedra calcária formada a partir de esqueletos de invertebrados mortos. O calcário também se forma por meios inorgânicos.

Galena

A galena é composta de chumbo e enxofre. É um mineral cinza metálico que brilha logo depois de minerado, mas que descolore, deixando-o embaçado. A galena é um mineral macio, pesado e que tem a aparência do chumbo, além de também ser um minério primário deste metal. Costuma ser encontrada em veios com esfalerita, com a qual pode ser facilmente confundida.

Fluorita

A fluorita é outro cristal que forma a esfalerita. Esse mineral é composto de cálcio e fluoreto e forma cristais claros em forma de cubos. A fluorita pura é clara e as impurezas no cristal criam variadas cores nesse mineral, que é utilizado na produção de aço, de ácido hidrofluórico, de artigos de vidro opalescentes e para esmaltar panelas.

Dolomita

A dolomita costuma se formar em veios com a esfalerita e é composta de cálcio, magnésio e carbonato e, às vezes, contém pequenas quantidades de ferro ou manganês. A dolomita forma cristais únicos de curvados de uma forma característica. É utilizada para produzir magnésia para fins médicos. Embora seus cristais possam ser transparentes, cinzas, brancos, amarelos ou laranja, os cristais rosa são apreciados pelos colecionadores.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article