Quando usar um rolo de espuma na pintura

Escrito por lyle smith | Traduzido por carlos cassimiro
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quando usar um rolo de espuma na pintura
Rolo de espuma são mais baratos e bastante eficazes (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

Por ser uma tarefa que há muito tempo as pessoas costumam fazer elas mesmas em suas casas, a pintura leva milhões de pessoas para as lojas de tintas ou de materiais de construção a cada ano. Não que as paredes precisem ser pintadas a cada ano, mas a publicidade faz questão com frequência de mostrar uma série de novas ferramentas e dispositivos, garantindo que são essenciais ao trabalho. Os rolos substituíram pincéis na pintura de parede gerações atrás. Mas rolos de espuma são um desenvolvimento relativamente recente. A questão é: quando você deve escolher a espuma?

Outras pessoas estão lendo

Identificação

Até a década de 1990, os rolos tradicionais de lã eram a única opção quando se pensava em pintar as paredes. Feito a partir dos mesmos tipos de materiais encontrados nos pincéis de espuma, os rolos de espuma são leves, descartáveis, e baratos, o que faz dele sempre uma alternativa a se considerar, em relação ao rolo clássico, no orçamento da pintura.

Usos

Graças à sua composição, o rolo de espuma absorve uma grande quantidade de tinta a cada vez que você o mergulha em sua bandeja de pintura. Como resultado, a cobertura oferecida a partir destes rolos sintéticos é excelente. Você obtém uma boa e espessa camada de tinta com menos passadas do que se usar outros rolos. Infelizmente, a superfície da parede também é um fator determinante para o grau de eficácia dessas ferramentas. Ao pintar uma superfície lisa, a espuma corre bem sobre a superfície da parede e a cobre quase tão bem como uma aplicação de spray. Sobre as superfícies ásperas ou irregulares, no entanto, o rolo de espuma não funcionará bem. Você ficaria melhor servido com um rolo ou pincel tradicional nestes casos.

Benefícios

Ao contrário do rolo de lã, o de espuma absorve tinta como uma esponja, fazendo com que os gotejamentos e respingos sejam praticamente uma coisa do passado. A técnica do rolo de espuma deve envolver longos, lentos, suaves, e uniformes movimentos que deixam uma camada bastante uniforme sobre a parede. Outros tipos de rolos respingam um pouco enquanto gira, pois a tinta espirra da borda de sua superfície, que é semelhante a um pincel.

Acabamento

Rolos de espuma são feitos de uma variedade de formas, tamanhos e cores, tornando-os úteis para aplicação de tinta de acabamento. Novamente, considerando que a maioria dessas áreas são de superfície lisa, rolos de espuma aplicam uma bela cobertura uniforme na primeira tentativa.

Custo

Graças ao baixo custo da espuma e das armações de plástico com que essas ferramentas são equipadas, a tarefa da limpeza se torna desnecessária. Apesar de você conseguir limpar os rolos para usá-los um outro dia, eles não são tão duráveis ​​quanto os tradicionais e são concebidos como produtos descartáveis​​. Use-os até terminar a sua pintura, então descarte-os em vez de passar horas na lavagem, no enxágue e na secagem.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível