Mais
×

Como saber se uma romã está podre

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Originária do Oriente Médio, a romã é o fruto da romãzeira, que foi trazida ao Brasil pelos portugueses. Ao comprar essa fruta, é preciso ter o cuidado de observá-la para saber se está em condições ou não de ser consumida. Você pode acabar comprando uma romã estragada por sua aparência exterior ou interior suspeita. Uma romã ideal deve estar pesada para o seu tamanho e possuir uma coloração vermelha escura, mas ela não garante necessariamente a qualidade da fruta.

Instruções

A romã é uma fruta deliciosa (Jupiterimages/Photodisc/Getty Images)
  1. Inspecione o exterior da romã, procurando por cortes e fissuras, o que indicam que a fruta está com problemas em seu interior. Pequenas manchas são aceitáveis. As romãs com lugares muito macios, áreas brancas ou mofo provavelmente estão podres.

  2. Considere a época do ano. As romãs compradas em setembro ou outubro são menos propensas a estarem estregadas do que romãs compradas em janeiro.

  3. Pense em como a fruta foi armazenada. As romãs duram por não mais de dois meses quando refrigeradas entre 0 a 5 ºC em sacos plásticos. Elas duram por quatro semanas sem refrigeração, contanto que estejam em um local escuro e fresco. Temperaturas amenas aceleram o processo de apodrecimento da fruta.

  4. Examine o interior da fruta para garantir que ela não esteja com uma consistência viscosa. Se a polpa estiver pálida e com listras ou se as sementes estiverem esponjosas e com uma coloração marrom, a romã provavelmente começou a estragar. As sementes de romã maduras e comestíveis possuem uma coloração vermelha escura.

  5. Considere o sabor. A romã deve ter um sabor azedo, como a cereja ou o arando. Se ela estiver com um sabor desagradável, pode ser que esteja estregada e acabe causando algum mal a saúde.

Dicas

  • As sementes da romã na verdade são arilos.
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article