Mais
×

Roteiro turístico para curtir o litoral sul de São Paulo

Creatas Images/Creatas/Getty Images

Introdução

O litoral sul do Estado de São Paulo é conhecido pelas belezas naturais. A região se notabiliza por parques, belas praias e até mesmo dunas. Não faltam atrações para quem quiser passar uns dias ou mesmo fazer um bate-volta nestes locais. Se o interesse maior são programas urbanos, há atrações como museus, aquários e cidades com centros históricos que valem a visita, além de manifestações artísticas de qualidade e reconhecidas em todo o país. Pegue os seus mapas, leve a roupa de banho e prepare-se para desfrutar de belos momentos de descanso. Conheça 15 importantes atrações turísticas deste interessantíssimo recanto paulista.

Mario Tama/Getty Images News/Getty Images

Encenação da Fundação de São Vicente

Todos os anos, milhares de pessoas conferem na praia do Gonzaguinha a encenação da Vila de São Vicente. O espetáculo de teatro conta a história da fundação da primeira cidade do País. Com ingressos geralmente a preços populares (em torno de R$ 5), o espetáculo é grandioso e une centenas de pessoas da comunidade, além de artistas famosos e globais. A peça é considerada o maior espetáculo em areia de praia de todo o mundo e começou a ser encenada em 1982. Ela é realizada em janeiro e conta a história da chegada de Martim Afonso à cidade. Mais de 50 mil pessoas assistem à apresentação.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Ilha Comprida

Ilha Comprida faz parte do Complexo Estuário Lagunar de Iguape-Paranaguá, um viveiro de peixes e crustáceos, considerado um dos maiores do continente. A exemplo de Iguape, o município também guarda riquezas da Mata Atlântica e, por isso, é procurado por ecoturistas. Pela riqueza natural, faz parte da Reserva da Biosfera do Planeta, título concedido pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). Entre as paisagens de maior destaque, estão praias e dunas, como as do Araçá. Quem percorre as belas trilhas encontra, em dado momento, mirantes com vista para o mar. A lista de belezas disponíveis é inesgotável.

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Praia do Tombo

Guarujá já viveu seus dias de glórias, quando milhares de paulistanos desciam a serra para curtir sua orla. Embora a cidade não esteja mais tão na moda quanto antigamente, sua beleza continua encantando. E o fato de haver menor fluxo de turistas fez com que as areias fiquem (um pouco) menos concorridas. Entre as praias que vale a pena visitar está a do Tombo, única do estado a possuir a certificação internacional Bandeira Azul, que garante a limpeza de suas águas. Ela é muito procurada por surfistas e também chama a atenção de banhistas que procuram apenas um lugar bonito. Aproveite a estada e visite também Pitangueiras e Astúrias

Photodisc/Photodisc/Getty Images

Parque Estadual Ilha do Cardoso

No extremo sul de São Paulo, no município de Cananeia, esconde-se este belíssimo recanto, acessível apenas por barco. Durante a travessia, o passeio já vale a pena com a aparição de botos pelo caminho. Também é possível avistar a vegetação característica de mangue ao longo do rio, em suas margens. O local não recebe veículos, o que lhe garante um ar selvagem e a tranquilidade necessária para dias de ócio e contemplação. Embora rústicas, há boas opções de hospedagens. Descubra qual a sua praia preferida: Ipanema, Foles, Lage, Marujá, Fole Pequeno, Itacuruçá e Cambriú. Aproveite para fazer caminhadas, levar a vida sem pressa e relaxar. Foi para isso que Deus criou a Ilha do Cardoso.

Getty Images/Digital Vision/Getty Images

Iguape

Iguape teve sua reserva de Mata Atlântica tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, por reunir diversos ecossistemas em uma única região. Lá o visitante encontra morros, rios, mangues, praias e cachoeiras. A cidade ainda está inserida no Circuito Turístico do Lagamar e também se destaca como cidade-berço da colonização japonesa no Brasil. O título consta de uma Lei Federal de 2008. O município também é um famoso destino religioso, promovendo a festa de Bom Jesus de Iguape, a segunda maior em público. Perde apenas para a celebração da padroeira do Brasil, realizada em Aparecida.

Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images

Aquário Municipal de Santos

O aquário de Santos foi o primeiro do Estado e até hoje é o segundo parque mais visitado do Estado de São Paulo - só perde para o zoológico da capital. O passeio é imperdível para famílias com crianças. Há tanques com peixes e espécies do mar e da Amazônia. Além disso, tubarões, pinguins e um lobo-marinho, com um local só para ele, ocupam as atenções dos visitantes. As instalações ficam na Ponta da Praia, uma região bacana para passeios nas redondezas. As famílias podem aproveitar para curtir uma praia e também visitar outras atrações, como o Deck do Pescador e o Museu da Pesca.

Christof Koepsel/Digital Vision/Getty Images

Bolsa do Café

A história do Brasil passa por Santos e, por esta razão, a cidade conta com prédios históricos e pontos de interesse para quem quer compreender nosso País. Um dos prédios mais interessantes - tanto do ponto de vista arquitetônico quanto histórico - é o Museu do Café. O prédio abrigava a antiga Bolsa Oficial do produto, principal fonte de riqueza do país. O prédio suntuoso ainda chama a atenção no centro do município, mesmo com a construção de novos empreendimentos na região. Ele foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e divulga a história do nosso País.

Thinkstock/Comstock/Getty Images

Aquário Acqua Mundo Guarujá

O Acqua Mundo é mais um passeio para ser feito com a garotada. O aquário conta com 49 recintos que reproduzem o habitat de vários seres vivos do mar e da terra, além de praça de alimentação, com sorveteria, loja e estacionamento. O local abriga a maior exposição de animais e plantas aquáticas de toda a América do Sul. O tanque Oceano é o maior e conta com peixes de mar aberto e tubarões, que fazem a alegria dos visitantes. No local, também estão expostos pinguins, aves aquáticas e répteis, como lagartos e cobras. São 235 espécies e, entre eles, também está presente o lobo-marinho, atração que chama a atenção de crianças e adultos.

Photodisc/Photodisc/Getty Images

Ilha Porchat

A Ilha Porchat fica na cidade de São Vicente e é ligada ao município por meio de uma ponte, a avenida Ayrton Senna. Conta com restaurantes, hotéis, clubes e algumas poucas residências. Mas seu principal atrativo é a vista do mar, a partir de suas elevações. Tanto de dia quanto de noite, o visual é deslumbrante. O local já abrigou um tradicional cassino e clube. Com o declínio do primeiro, diminuiu também a fama. Mas, justamente por isso, a Ilha Porchat se tornou mais democrática. No alto, há ainda uma plataforma projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer. No mirante, uma linha aponta para Brasília.

Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images

Teleférico de São Vicente

Mais um ponto turístico cuja principal atração é a vista. Para chegar ao alto do morro, você pega o teleférico por R$ 20. O trajeto de 700 metros dura cerca de 11 minutos. Do alto, a vista da baía de São Vicente e Santos é maravilhosa. Quando você desce o morro, voltando do teleférico, o visual também é fascinante. Lá em cima, há restaurante e uma rampa de voo livre para asa-delta. Nos finais de semana, são muitos os praticantes que partem dali, sobrevoam este trecho da cidade e descem na praia. O teleférico foi inaugurado em 2002 e atrai centenas de pessoas a cada dia.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Estação Ecológica Jureia-Itatins

A Estação Ecológica Jureia-Itatins, no município de Peruíbe, abriga diversos ecossistemas. A unidade foi declarada como de conservação, no ano de 1987. Os visitantes podem conferir restingas, planícies de rios, manguezais e costões rochosos. O parque conta com diversos animais, inclusive alguns que correm risco de extinção. Entre as espécies, há gaviões, onças-pintadas, jaguatiricas, papagaios-de-cara-roxa e macacos-bugios. A reserva de Mata Atlântica é gerida pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente. O maior rio é o Uma do Prelado, conhecido como rio Comprido. São 50 quilômetros de extensão do rio, que é navegável e utilizado pela população que vive às suas margens.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Lama Negra

Você certamente já viu alguma reportagem na televisão mostrando pessoas besuntadas de lama em nome da beleza. Em algumas praias do Nordeste, a prática é comum. Mas ela também está presente em Peruíbe. A argila do fundo do mar é enriquecida com bactérias e algas oceânicas, às quais se atribuem propriedades medicinais. Para comprovar a eficácia, o Instituto Geológico de São Paulo já fez estudos em amostras do produto. A pesquisa aponta a ação oxidante da lama, que combate os radicais livres e, consequentemente, previne cansaço, estresse e o envelhecimento precoce. O lamário fica na avenida Mário Covas Jr, no Complexo Termal Lama Negra.

Shaun Botterill/Getty Images Sport/Getty Images

Casa de Câmara e Cadeia de Itanhaém

Itanhaém conta com inúmeras atrações aos seus visitantes. Elas agradam quem está em busca de turismo ecológico, informações históricas e até mesmo os mergulhadores que buscam bons pontos de visibilidade para ver espécies marinhas. Um dos roteiros indicados pela prefeitura é o histórico e cultural, com visita à antiga Casa de Câmara e Cadeia, atual Museu Conceição. O prédio foi construído no período colonial, na então Vila de Nossa Senhora da Conceição de Itanhaém. Ali, funcionou a prisão pública até 1964 e também a sede do Poder Legislativo. Hoje, os visitantes recebem informações turísticas. O ingresso custa apenas R$ 2.

Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images

Cananeia

Mais um município do litoral sul de São Paulo que tem sua riqueza natural reconhecida e protegida por organismo internacional. Cananeia é considerada Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. A cidade, da mesma forma que as vizinhas Ilha Comprida e Iguape, compreende ecossistemas distintos em apenas uma região, como mangues, restingas, exemplares da Mata Atlântica e dunas. Também se destaca pelo conjunto de casas históricas, que datam do final do século XIX, quando as paredes dos imóveis eram construídas com pedras e uma massa feita com cal de ostras, óleo de baleias e areia. É a porta de entrada para a Ilha do Cardoso.

Comstock/Comstock/Getty Images

Mergulho na laje de Santos

No Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, está o local que é considerado o melhor ponto de mergulho do Estado. Após saltar da rocha, com 550 metros de comprimento, o mergulhador encontra água clara, temperatura amena e uma visibilidade que atinge os 30 metros. A riqueza de animais marinhos é grande, daí a beleza do mergulho. Além de cardumes de peixes, é possível encontrar tartarugas e golfinhos. Dependendo da época do ano, sortudos podem ver também baleias e tubarões. Os animais são vistos, inclusive, durante o trajeto de barco até a pedra. Se for corajoso, desça até a embarcação naufragada em 1922, chamada de Moreia. O navio fica a 23 metros de profundidade.