×
Loading ...

As roupas que caracterizam os diferentes estilos do rock

Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images

Introdução

O rock surgiu na década de 50 com artistas como Chuck Berry e Elvis Presley, e, por ser um estilo rebelde e inquieto, nunca parou de evoluir e de se modificar. O mesmo ocorreu com os trajes dos roqueiros, que foram passando por diversas transformações refletindo o espírito de cada época, sempre com muita atitude, rebeldia e personalidade. Passadas várias décadas desde seu nascimento, o rock se ramificou em diversas vertentes, cada uma com seu visual característico. Confira, a seguir, o jeito de se vestir de alguns dos principais estilos que marcaram época e permanecem vivos até hoje.

Chris McKay/Getty Images Entertainment/Getty Images

Metal

Abuse do preto. Camisetas de bandas do estilo são praticamente obrigatórias, mas uma com estampa de caveira também funciona muito bem. É indispensável uma calça jeans velha e, de preferência, rasgada. A jaqueta de couro é outra peça que não pode faltar nesse visual. Se estiver com calor, vista um colete sem nada por baixo. E o acessório símbolo do metal é a pulseira com tachas. Complete o look com muitas tatuagens, botas estilo militar e você estará pronto para sair batendo a cabeça e balançando os cabelos, que têm de ser sempre compridos, para ambos os sexos. As garotas podem apimentar o visual metal usando tops sensuais com calças jeans e jaquetas de couro.

Photodisc/Photodisc/Getty Images

Punk

A ousadia punk começa de cima: espete o cabelo ou adote o radical corte moicano de vez. Os punks das antigas também usavam alfinetes espetados pelo corpo, mas você poder dar uma atualizada no visual e optar pelos piercings. Assim como no caso do metal, calças rasgadas e tatuagens são bem-vindas, além de camisetas de bandas punk. O símbolo do “A” de anarquia é o “coringa do armário punk” e vai bem com tudo. Nos pés, coturnos pesados. O estilo é basicamente unissex e, assim como ocorre no metal, as mulheres podem optar por tops, não como forma de sedução, mas para se tornarem sexualmente agressivas. Afinal, contestar o “sistema” é a marca do punk.

Gareth Cattermole/Getty Images Entertainment/Getty Images

Grunge

Este estilo desleixado e rebelde foi popularizado por bandas de rock da cidade de Seattle (EUA) no início dos anos 90. Nirvana e Pearl Jam são exemplos de grupos que ajudaram a consolidar o estilo. A camisa de flanela xadrez é a peça de roupa que identifica de imediato o estilo grunge. Pode ser acompanhada de jeans surrados ou bermudão abaixo do joelho, combinadas com tênis All Star bem gasto ou botas. Quando a opção for por esse calçado de cano alto, a marca preferida é Doc Martens. Esse estilo tem uma característica curiosa, pois é adotado por poucas meninas. Isso não significa que você não possa ser uma pioneira e ousar, aumentando sua sensação de ser “autêntica”.

Carsten Koall/Getty Images News/Getty Images

Gótico

Fuja do sol. A palidez é essencial para quem quer ser um gótico de verdade. Além disso, um gótico está sempre de preto. Capas de chuva pretas e pesadas, refletindo o espírito sombrio desse estilo, são essenciais, assim como botas pesadas ou coturnos. Calça, camisa ou camiseta e estampas de bandas do estilo são bem-vindas. O acessório do movimento é o “ankh”, símbolo de vida eterna egípcio que evidencia o lado mais místico dos góticos que aparece nas letras das músicas. As moças têm um pouco mais de liberdade nesse estilo para se vestir e podem optar por rendas, laços roxos e batom vermelho (que, aliás, também é usado por alguns rapazes).

Rick Diamond/Getty Images Entertainment/Getty Images

Indie

A palavra “indie” deriva de independente e surgiu nos anos 90 para designar bandas de estilo musical despretensioso, com muita influência de punk rock. Esses roqueiros lançavam seus discos por gravadoras pequenas ou criavam suas próprias gravadoras, um conceito de “faça você mesmo” que também é herança punk. O roqueiro indie se veste de maneira relativamente “comportada” quando comparado aos outros estilos e, em vez da agressão, prefere a ironia. Camisetas com decote “V” para homens e mulheres são bem-vindas. O mesmo vale para camisas de flanela em cores como vermelho, branco e preto e azul intenso, que ficam bem para ambos os sexos. As calças jeans do tipo “skinny”, coladas ao corpo, são essenciais.

Adam Berry/Getty Images News/Getty Images

Emo

O estilo “emo” vem de “emoção”, mas não qualquer uma. O sentimento preferido desses roqueiros é a melancolia. Eles podem ser considerados como “filhos” dos góticos. O visual costuma ser bastante andrógino, isto é, não se sabe bem quem é menino ou menina, principalmente porque ambos usam lápis preto nos olhos. Além disso, o cabelo alisado e com franja comprida é essencial. A cor preferida é o preto e as calças costumam ser do tipo “skinny”. As moças podem ficar bem de meia arrastão com microssaia. Acessórios emo incluem faixas para o antebraço, que podem ser pretas, brancas ou vermelhas. Os emos também gostam de listras, especialmente pretas e brancas ou pretas e vermelhas. Nos pés, tênis surrados e botas de cano alto, com ou sem salto.

Christopher Furlong/Getty Images News/Getty Images

Rockabilly

O estilo rockabilly se inspira nos primeiros roqueiros da história, artistas como Elvis Presley e Jerry Lee Lewis. Tudo começa pelo topete, que é indispensável. Os rapazes usam jaqueta de couro preta com camiseta branca, além de jeans escuros com a bainha dobrada. Nos pés, sapatos de duas cores preto e branco ou botinas pretas. As garotas usam vestido de bolinha, de preferência preto e branco e o cabelo preso em um “rabo de cavalo”. Caso as moças queiram variar o estilo, podem fazer penteados elaborados e volumosos ou simplesmente amarrar um lenço colorido na cabeça. Para os pés, elas contam com uma infinidade de opções, sendo o destaque o sapato com estampa de oncinha, também usada em casacos e bolsas.

Ethan Miller/Getty Images Entertainment/Getty Images

Glam (homens)

O estilo “glam”, como o nome sugere, pode ser considerado o mais “glamuroso” entre os diferentes estilos de rock. Também é um dos mais andróginos, sendo que um casal de namorados adeptos dessa vertente pode compartilhar a maquiagem sem nenhum problema. É isso mesmo: os rapazes podem usar maquiagem e até purpurina no rosto, como faziam alguns roqueiros, como David Bowie e Roxy Music. A roupa masculina abusa de calças colantes, que podem ter estampa de oncinha, ou serem douradas ou prateadas. Os cabelos, tanto de moças quanto de rapazes, costumam ser longos, repicados e muito volumosos, podendo ser tingidos de loiro ou ter mechas extravagantes em roxo ou outra cor berrante.

Digital Vision/Digital Vision/Getty Images

Glam (mulheres)

As moças “glam” se destacam pela sensualidade exacerbada, com decotes profundos, calças coladas ou blusas de alça estilo “tomara que caia” que parecem sempre a ponto de cair de verdade. Podem ousar com batons verdes, pretos ou roxos e unhas nas mesmas cores. Aliás, seus namorados “glam” também podem pintar as unhas se desejarem. Para os pés, botas. Quanto mais altas e extravagantes, melhor.

Jo Hale/Getty Images Entertainment/Getty Images

Seja você mesmo

Nunca comece pelo visual, mas sempre pelo espírito daquele estilo, ou seja, não adote um jeito de se vestir só para entrar para uma turma que não tem nada a ver com você. A essência do visual rock´n´roll é a expressão de sua personalidade. Por isso, procure a galera certa para você, que curte o mesmo som e tem a mesma atitude e o visual virá naturalmente como consequência do espírito da música com a qual você mais se identifica.