×
Loading ...

Roupas para mulheres e meninas em 1890

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Entre o homossexual 1890 e os ''Loucos anos 20'', mulheres e meninas tiveram o último suspiro da moda da era Vitoriana. Suas roupas conservadoras foram livremente ajustadas em todos os lugares, menos na cintura, onde a moda ditava que ser fina era padrão de beleza. Espartilhos confinavam e definiam a forma feminina e se tornaram o equipamento de sedução das moças dançarinas francesas. Em outros lugares, a modéstia reinou na moda que ainda transmite um senso de elegância.

Mulheres usavam longas saias e começaram a usar espartilhos (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Roupas íntimas

Mulheres e meninas usavam tipos de roupas íntimas muito similares. Sutiãs ainda não tinham sido inventados, então ambas usavam camisetas por baixo das roupas para cobrir seus seios. Algumas usavam chemise, ou camisa e saia juntas como uma combinação ao invés de somente uma camiseta por baixo. Tecidos leves de algodão funcionavam bem no verão e nas estações frias, elas escolhiam camisetas feitas de malha de algodão ou lã. Suas calcinhas, ou cuecas ou shorts folgados com comprimento na coxa, frequentemente se separavam no meio da costura para permitir fácil utilização do toalete. Algumas mulheres faziam ou encontravam peças de roupas onde a camiseta ou chemise e cuecas estavam juntas, chamadas de tudo em uma.

Loading...

Espartilhos, meias e ligas

Mulheres e meninas usavam um espartilho pra moldar seus corpos. Mulheres desejavam ter um corpo de vespa e os espartilhos eram fortemente amarrados na linha da cintura para alcançarem a aparência desejada. Uma mulher ou menina precisavam de assistência para terem seus espartilhos amarrados nas costas. A maioria dos espartilhos também eram presos na frente. Espartilhos eram reforçados por ''ossos'' de aço costurados dentro da roupa, perpendicular ao solo. As meias das meninas eram feitas de algodão, seda ou lã dependendo da ocasião e da situação financeira da família. Elas iam acima do joelho e eram seguradas por ligas. As meias das mulheres eram feitas das mesmas três fibras como as das meninas, mas eram seguradas por ligas elásticas, ao invés de somente rendas e fitas. Uma mulher cobriria seu espartilho com uma ou duas anáguas ou longas combinações para adicionar volume a sua saia.

Vestidos, saias e camisas

Vestidos cobriam os espartilhos e combinações. Para as meninas, a bainha era abaixo dos joelhos, mas não abaixo dos tornozelos. Para as mulheres, a bainha alcançava os tornozelos. Mulheres também usavam mangas longas, blusas de gola alta chamadas de mangas de camisa e saias compridas até o tornozelo com pregas suaves ou presas na cintura. As camisas eram quase sempre brancas e podiam ser enfeitadas com botões e rendas ou usadas com um laço. Mangas bufantes eram muito populares. Os vestidos das mulheres eram usualmente de somente uma cor e podiam ser feitos de lã, algodão ou seda. Algumas mulheres tinham um vestido branco e transparente para manhãs ou chás e podiam combinar com algo mais elegante e formal em cetim ou seda para a noite ou jantares.

Acessórios

Chapéus eram essenciais para proteger meninas e mulheres de uma exposição indesejada ao sol. Ter pele bronzeada, em mulheres brancas, indicava que elas eram de baixo nível social e econômico. Guarda-sóis também as protegiam dos raios solares. Mulheres e meninas usavam luvas em público, para esquentar nas estações frias e para obedecer a moda no verão. Mulheres também carregavam uma pequena bolsa de tecido que tinha espaço suficiente para um pouco de dinheiro e seu lenço. Meninas também carregavam lenços, já que lenços de papel ainda não tinham sido inventados. Muitos jogos de sedução eram inventados em volta dos lenços.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...