×
Loading ...

Saiba quais alimentos conspiram contra a sua dieta

Alguns alimentos parecem ser inocentes, mas acabam se tornando pequenos vilões. Aparentemente são "naturebas", mas na verdade podem "derrubar" qualquer dieta. Um dos exemplos são as frutas, ricas em vitaminas, que contêm açúcar e chegam a ter altas taxas calóricas. Por isso, médicos e nutricionistas limitam ou até proíbem o consumo de algumas. Quando é necessário uma redução de peso e medidas, a seleção dos alimentos deve ser bem cuidadosa. Conheça alguns desses inimigos da dieta.

De olho na balança! (Brand X Pictures/Stockbyte/Getty Images)

Iogurtes

Quando se fala em iogurte, a ideia é de algo bem leve e de baixa caloria. Mas não é bem assim. Existem tipos bastante calóricos, que podem prejudicar a sua dieta. "Procure observar sempre os rótulos e optar pelos mais 'magros', pois eles podem variar de 80 a 300 kcal", explica a nutricionista Ana Huggler, da Global Nutrição. Prefira os naturais desnatados, batidos com frutas frescas, ou os de 0% de gordura. Os iogurtes são importantes para o bom funcionamento do organismo, mas fique atento na escolha. Evite abusar da granola no iogurte, pois, apesar dela conter fibras que são benéficas para o intestino, 100 g desse alimento pode chegar a 400 kcal.

Loading...
Iogurte no café da manhã ou lanche (popovaphoto/iStock/Getty Images)

Açaí

O açaí parece um alimento "natureba" e faz sucesso com a geração saúde, com atletas e praticantes de exercícios, mas não se engane pensando que, só porque é fruta, está liberada na dieta de emagrecimento. O açaí é rico em cálcio, ferro, fibras, potássio, gorduras boas e antioxidantes. Mas 100 g de açaí (polpa pura congelada) correspondem a 127 kcal. Se for batido com xarope de guaraná, já passa para 250 kcal. Se houver acréscimo de três colheres de sopa de granola, uma colher de sobremesa de mel e uma banana nanica, pode chegar a 520 kcal!

Coma com moderação! (diogoppr/iStock/Getty Images)

Comida japonesa

Muita gente fica com a consciência tranquila quando come em um restaurante japonês. Peixinhos, algas, vegetais e frutos do mar passam a tranquilidade de que pode-se exagerar, pois tudo ali é light. Mas não é bem assim. O sushi, prato que as pessoas mais adoram na culinária japonesa, também apresenta recheios bem calóricos, como arroz e cream cheese. Ainda há as frituras que todo mundo adora. Geralmente ao calcular as calorias ingeridas, perde-se todo o esforço da dieta.

Nem de longe são inofensivos! (Paul_Brighton/iStock/Getty Images)

Barrinhas de cereais

Elas se tornaram símbolo das dietas. Todo mundo carregava uma na bolsa e, na hora da fome, puxava com orgulho a barrinha da bolsa. Como são ricas em fibras, facilitam o trânsito intestinal, o que é ótimo para o emagrecimento. Mas até elas podem atrapalhar, também. Existem muitos tipos no mercado, algumas cheias de calorias, e deve-se olhar o rótulo antes de escolher, pois variam de 90 a 140 kcal. A nutricionista Ana Huggler, da Global Nutrição, observa também que "como não trazem tanta saciedade, não ajudam muito na espera até a próxima refeição. Se for consumi-la, faça isso antes de exercícios físicos, pois fornecem energia ao corpo". Alguns nutricionistas preferem deixar de lado a barrinha e usar outras opções de lanchinhos.

Escolha a menos calórica! (Tomas_Mina/iStock/Getty Images)

Cream cracker

Antigamente, fazer dieta significava trocar o pão do café da manhã por vários cream crackers. Comia-se em paz com a consciência, certos de que era uma boa troca. Mas médicos e nutricionistas alertaram para que essa prática se modificasse. Biscoitos como água e sal ou cream crackers têm taxas elevadas de gordura trans e sal, que prejudicam a saúde. Um pão francês ou dois de forma dão mais saciedade e têm mais fibras e menos gordura. Em cima de cada biscoito, sempre vão generosas camadas de requeijão ou geleia. De inofensivo, eles acabam não tendo nada.

Evite as gorduras trans e o sal desses biscoitos! (Amarita/iStock/Getty Images)
Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...