Mais
×

Elas saíram do armário: as famosas que assumiram ser homossexuais

Getty Images

Introdução

Assumir ser homossexual diante da família e da sociedade não costuma ser algo fácil. Tem a família, os amigos e o medo da rejeição. Imagine então no caso de uma pessoa pública! Apesar de que, nos últimos anos, a sociedade tem estado mais aberta para discutir e aceitar a diversidade, o momento de revelar a atração sexual por alguém do mesmo sexo pode ser tenso e carregado de polêmica. Vamos ver as famosas que, corajosamente, assumiram publicamente sua orientação sexual.

Evan Agostini/Getty Images Entertainment/Getty Images

Daniela Mercury

Em abril de 2013 a cantora Daniela Mercury assumiu seu relacionamento com a jornalista Malu Verçosa. Para fazer o anúncio, a cantora publicou uma montagem de fotos românticas das duas no seu Instagram, virando trending topic instantâneo na internet brasileira. Nas fotos, elas aparecem sorridentes e usando alianças. Daniela afirmou estar casada. "Malu agora é minha esposa, minha família, minha inspiração para cantar", escreveu na legenda na imagem. "Eu comuniquei meu casamento com Malu para tratar com a mesma naturalidade que tratei outras relações. É uma postura afirmativa da minha liberdade e uma forma de mostrar minha visão de mundo”, esclareceu, em um comunicado.

Jason Merritt/Getty Images Entertainment/Getty Images

Jodie Foster

A atriz Jodie Foster, estrela do clássico "O Silêncio dos Inocentes", além de vários outros filmes de sucesso, nunca escondeu sua homossexualidade, mas também não havia assumido isso publicamente. Ela resolveu abrir o jogo em janeiro de 2013, durante seu discurso no Globo de Ouro. "Tenho muito orgulho da minha família moderna, dos meus filhos. Tudo isso, meninos, é para vocês", comentou. Ela emocionou ao agradecer a mãe doente e a ex-companheira, Cydney Bernard, com quem esteve de 1993 a 2008.

TV Globo/Zé Paulo Cardea

Ana Carolina

A cantora de voz marcante e uma das artistas que mais vende discos no Brasil sempre teve uma postura discreta quanto à sua orientação sexual. Mas, em 2005, em uma entrevista concedida à revista Veja, Ana Carolina revelou ser bissexual e afirmou ser contra “essa postura de levantar bandeiras para defender o 'homossexualismo', pois fica parecendo que ser gay é uma doença", declarou.

Last FM

Pepê e Neném

A dupla que fez sucesso nos anos 1990 com os hits “Mais Uma Vez” e “Mania de Você” saíram do armário durante entrevista à jornalista Marília Gabriela, no programa De Frente Com Gabi, em junho de 2012. “A gente é (homossexual) desde criança. As duas. Eu com dez anos de idade me apaixonei por uma menina”, disse Neném. Na época, a entrevista causou grande repercussão e o assunto foi um dos mais comentados nas redes sociais.

Christopher Polk/Getty Images Entertainment/Getty Images

Ellen DeGeneres

A atriz, apresentadora e comediante Ellen DeGeneres assumiu ser homossexual em abril de 1997, em um dos episódios de "Ellen", sua primeira série de TV. Militante, ela sempre lutou pelos direitos dos gays e foi considerada pela revista americana Out, voltada para o público GLS, a celebridade gay mais poderosa dos Estados Unidos. Ellen namorou a atriz Anne Heche e, em agosto de 2008, casou-se com a atriz italiana Portia de Rossi.

TV Globo / Raphael Dias

Thammy Miranda

Filha da dançarina Gretchen, Thammy Miranda viveu uma reviravolta na carreira e na vida pessoal. Considerada símbolo sexual, assim como sua mãe, Thammy era dançarina e posou nua para revistas masculinas. Mas, em 2006, algumas fotos suas com cabelo curto e roupas masculinas ao lado de uma moça em uma rede social a fizeram virar alvo de boatos. Um mês depois, ela assumiu ser homossexual em um programa de televisão. Gretchen chegou a negar, mas Thammy assumiu o namoro com uma garota. "Somos criados aprendendo que o certo é menino com menina. É difícil mudar isso”, disse. Em 2012, Thammy ganhou o papel de uma escrivã na novela Salve Jorge e inaugurou uma nova fase na sua carreira artística.

David Livingston/Getty Images Entertainment/Getty Images

Amber Heard

A atriz americana Amber Heard saiu do armário em dezembro de 2010 em um evento da ONG GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation), em Hollywood. A atriz estava acompanhada da então namorada, a fotógrafa Tasya van Ree. O que a motivou a assumir sua homossexualidade foi o fato de perguntar a si mesma se, por ser enrustida, ela contribuía para que os "milhões de trabalhadores" não soubessem dos direitos que eles têm. "Acho que o GLAAD é uma das muitas razões para que eu, que tenho 24 anos, possa sair (do armário)", declarou a atriz.

Slaven Vlasic/Getty Images Entertainment/Getty Images

Cynthia Nixon

A atriz Cynthia Nixon, a Miranda de "Sex And The City", uma das séries mais amadas em todo o mundo, assumiu ser gay em 2003, ao por fim ao casamento com o fotógrafo Danny Mozes, com quem teve dois filhos: Charles e Samantha. Logo após a separação, Cynthia assumiu o relacionamento com a ativista Christine Marinoni. As duas são mães de Max Ellington, concebido por inseminação artificial em Christine, que deu à luz em fevereiro de 2011.

Stephen Lovekin/Getty Images Entertainment/Getty Images

Lindsay Lohan

A problemática garota de Hollywood assumiu perante jornalistas, em julho de 2008, estar namorando a DJ Samantha Ronson. O relacionamento durou até abril de 2009. Lindsay já se relacionou com moços, mas declarou que Samantha foi a pessoa com quem ela realmente conheceu o amor. "Se eu não tivesse ficado com Samantha, provavelmente teria ficado com um rapaz. Ela é a única mulher por quem já senti atração. A gente se ama”, afirmou na época, em entrevista ao The Sun.

Tullio M. Puglia/Getty Images Entertainment/Getty Images

Adriana Calcanhotto

A cantora Adriana Calcanhotto oficializou, em setembro de 2012, sua união com a cineasta Suzana de Moraes, filha do poeta Vinicius de Moraes, com quem mantém um relacionamento há mais de 20 anos. Elas já moravam juntas e decidiram comemorar a união civil na Justiça. Na ocasião, vários famosos como o cantor e compositor Caetano Veloso prestigiaram o casal, que não quis falar a respeito. “Elas pediram para avisar que não querem falar sobre isso, pois nunca falam sobre a vida pessoal”, avisou, na época, Georgiana de Moraes, irmã de Susana.

TV Globo/Zé Paulo Cardeal

Marina Lima

A cantora Marina Lima foi uma das primeiras artistas brasileiras a assumir sua orientação sexual. Ela admitiu ser bissexual em entrevista à revista Slogan, em 1983. Em 2000, declarou à revista Marie Claire que foi casada duas vezes, ambas com mulheres. Ela esteve envolvida em uma polêmica por conta de uma declaração feita em 2008 para a revista Joyce Pascowitch. Marina disse que sua iniciação homossexual foi com a cantora Gal Costa. Gal não gostou e disse não conhecer a cantora e o clima pesou.

Jason Merritt/Getty Images Entertainment/Getty Images

Anna Paquin

A atriz Anna Paquin, da série vampiresca "True Blood", afirmou em abril de 2010 ser bissexual durante um vídeo da campanha "Give a Damn", da fundação True Colors, da cantora Cindy Lauper em apoio aos gays. "Eu sou bissexual", revelou a atriz no vídeo. Anna, que também fez parte do elenco do filme "X-Men: O Filme", acabou casando-se em 2010 com seu par na série da HBO, o ator Stephen Moyer. Em setembro de 2012 o casal teve gêmeos.

Kevin Winter/Getty Images Entertainment/Getty Images

Megan Fox

A atriz e modelo Megan Fox revelou, numa entrevista à revista americana Esquire em maio de 2009 que acha os homens sujos e que não tem problema em ser bissexual. "Não tenho dúvidas na minha cabeça de que sou bissexual" , afirmou. Atualmente, ela é casada com o ator Brian Austin Green com quem teve o seu primeiro filho, Noah. Mas nunca escondeu ter se relacionado com mulheres.

TV Globo / Ique Esteves

Claudia Jimenez

A atriz global Claudia Jimenez nunca escondeu ser bissexual. Ela viveu por dez anos com a personal trainer Stella Torreão. Em julho de 2012, a atriz foi submetida a uma cirurgia cardíaca e, embora não sendo mais um casal, Stella esteve ao lado da ex-companheira o tempo todo. "A Stella foi o maior amor que eu vivi. Ela é meu anjo da guarda. É muito bom ter encontrado alguém fiel, cúmplice e que tenha ficado para sempre”, declarou. Depois do fim do romance, Cláudia Jimenez viveu um affair com o ator Rodrigo Phavanello.

Jason Kempin/Getty Images Entertainment/Getty Images

Jane Lynch

A atriz que interpreta a personagem Sue Sylvester, do seriado "Glee", a americana Jane Lynch, de 52 anos, saiu do armário aos 21. Ela roubou a cena no comentadíssimo seriado por encarnar brilhantemente uma treinadora com um temperamento agressivo e ser o tipo de pessoa que faz tudo para vencer. Em 2010, Jane foi homenageada no Outfest, o maior festival de cinema homossexual dos EUA, especialmente pela sua atuação como ativista pelos direitos dos gays. Nesse mesmo ano ela casou-se com a namorada Lara Embry.

Flickr: By Angelo Ghigi | Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.0 Generic (CC BY-NC-SA 2.0)

Maria Gadú

A mais nova queridinha da MPB, a cantora Maria Gadú, que estourou com o hit Shimbalaiê, em 2009, fala com muita tranquilidade sobre sua sexualidade. Em 2010, em entrevista à revista Rolling Stone, Gadú revelou ter se relacionado pela primeira vez com uma garota aos 15 anos. Porém, ressaltou o fato de não precisar afirmar sua sexualidade para ninguém. “Ninguém chega em casa falando para a mãe que é hétero. Então por que tem que chegar e dizer: 'mãe, sou gay'?”, declarou.

Christopher Polk/Getty Images Entertainment/Getty Images

Melissa Etheridge

A cantora americana que ficou conhecida pela canção "Ain’t It Heavy", de seu terceiro álbum, "Never Enough", declarou ser homossexual em 1993. Em seu trabalho seguinte, o disco com o título sugestivo "Yes, I Am" ("Sim, eu sou", tradução livre), foi um enorme sucesso. Em 2003, Melissa casou-se com a atriz Tammy Lynn Michaels. Em 2006, Tammy teve um casal de gêmeos: o pequeno Miler e a menina Johnnie Rose por meio de um doador anônimo de um banco de esperma. Em meados de 2010, Melissa e Tammy se separaram.

Frazer Harrison/Getty Images Entertainment/Getty Images

K.D. Lang

A cantora canadense Kathryn Dawn Lang, conhecida como K.D. Lang, declarou publicamente sua homossexualidade em 1992, em entrevista à revista Advocate. A partir de então, o tema esteve constantemente em suas canções e a cantora passou a usar roupas masculinas e a raspar o cabelo. Seu trabalho mais recente, "Sing It Loud", chegou às lojas em 2011, e em 2010 a cantora participou de um episódio especial de Natal da série "Glee".