Qual tipo de sal deve ser usado em um banho de assento?

Escrito por jonae fredericks Google | Traduzido por marcos vinicios de araújo barros
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual tipo de sal deve ser usado em um banho de assento?
Para preparar um banho de assento pode ser usado sal de cozinha comum sem iodo

Quando alguém precisa fazer uma episiotomia, um corte entre a vagina e o ânus, feito durante um parto ou cirurgia de hemorroidas, o médico pode recomendar um banho de assento. Esse tratamento pode ajudar a aliviar a dor associada a esses tipos de cirurgia, naturalmente e sem a necessidade de usar de medicamentos farmacêuticos.

Outras pessoas estão lendo

Como é uma bacia para banho de assento?

De acordo com a Mayo Clinic, uma bacia de plástico para banho de assento se adapta ao assento do vaso sanitário e pode ser comprada em farmácias ou lojas de utensílios médicos. A maioria das bacias para esse tipo de tratamento fornece um fluxo constante de água morna que pode ser bastante confortante para a área do reto ou da vulva. O excesso de água cai diretamente dentro do vaso sanitário.

Sal marinho, de cozinha ou sal de Epsom?

De acordo com as instruções do fabricante, geralmente, coloca-se uma solução salina dentro da bacia para banho de assento depois que ela está montada. O tipo de sal costuma depender da recomendação médica e das preferências pessoais. O cloreto de sódio, também conhecido como sal de cozinha, é altamente antisséptico e pode ser usado em um banho de assento. No entanto, recomenda-se usar o sal sem iodo porque algumas pessoas são sensíveis a essa substância. O sal de Epsom e o marinho são os mais usados nesses tipos de banhos. Na verdade, a American Society for Colposcopy and Cervical Pathology (ASCCPP) recomenda o uso de ambos para esse propósito.

Banho de assento em banheira

Se você não tiver uma bacia de plástico para o banho de assento, pode fazer o mesmo procedimento em uma banheira. Encha-a com um pouco de água, apenas o suficiente para cobrir os quadris e nádegas. Em seguida, coloque sal marinho, sal de cozinha ou sal de Epsom dentro da banheira. Faça um teste com certa quantidade de sal para saber o quanto é necessário para aliviar o problema, mas o mais comum é meia xícara por litro de água.

Sal e cicatrização

Caso você já tenha passado um dia na praia, possivelmente notou que nadar na água salgada pode promover um notável efeito curativo na pele. Isso acontece porque os minerais do sal contêm propriedades antibacterianas que promovem a cicatrização. O C.S. Mott Children’s Hospital, University of Michigan Health Systems, recomenda banhar as feridas com água morna e sal. De acordo com as instruções do hospital, pode ser usado sal de cozinha comum.

Controvérsias

De acordo com o site www.chemistryexplained.com, apesar do nome, na verdade, os sais de Epsom não são um tipo de sal. Eles contêm um composto mineral conhecido como sulfato de magnésio (MgSO4). Não há dúvidas de que banhar uma ferida com sais de Epsom pode cicatrizá-la, mas o conteúdo mineral cicatrizante do sal marinho é mais forte, porque ele é um sal "puro".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível