Os salários médios das estrelas de cinema

Escrito por victor medina | Traduzido por débora sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os salários médios das estrelas de cinema
Hollywood (VisionsofAmerica/Joe Sohm/Photodisc/Getty Images)

Os fãs de cinema, muitas vezes ouvem histórias de salários exorbitantes dos atores mais conhecidos de Hollywood. No entanto, para cada ator que recebe um pagamento de R$ 45 milhões ($ 20 milhões), existem muito mais atores que ganham muito menos, isso quando eles conseguem encontrar um trabalho.

Os salários dos atores podem variar drasticamente, por isso é difícil compará-los ou mesmo determinar qual é o salário médio. Enquanto grandes estrelas de cinema sempre faturam um salário sólido, os atores ainda menos conhecidos podem se dar bem se conseguirem um trabalho estável.

Outras pessoas estão lendo

O salário de um ator "comum"?

De acordo com o Screen Actors Guild (SAG), o sindicato que representa os atores, o seu membro comum trabalhando em um filme ganha R$ 120 mil ($ 52 mil) por ano. Entretanto, esse número é enganoso, pois o SAG também relata que cerca de 2/3 de seus membros ganham menos de R$ 2 mil (mil dólares) por ano, geralmente por estarem aposentados ou optarem por não trabalhar. A "média" é distorcida devido aos altos salários ganhos por um pequeno número de atores.

Atores da Lista A

A "Lista A" é uma classificação oficial dos atores de elite de Hollywood que são populares entre os espectadores e estabeleceram um recorde sólido de bilheteria. Os atores na tal lista tendem a comandar salários de R$ 23 milhões ($ 10 milhões) ou mais.

Segundo os noticiários, os atores da "Lista A", como Will Smith, Russell Crowe e Julia Roberts, ganharam R$ 45 milhões ($ 20 milhões) por filme nos últimos anos, e embora Sandra Bullock costumasse receber R$ 23 milhões ($ 10 milhões) por filme, essa taxa subiu depois de ter ganho um Oscar por "Um Sonho Possível", em 2010.

Escala dos salários dos atores

O Screen Actors Guild negocia salários-base para os atores, o equivalente a um salário mínimo. Ele é atualizado a cada ano, e desde junho de 2010, são garantidos R$ 2 mil ($ 809) por dia de salário-base para os atores de cinema. Esta taxa é normalmente aplicada aos artistas que só trabalham de um a três dias por semana. Os que trabalham durante a semana inteira recebem uma base de R$ 6 mil ($ 2.808) por semana.

Embora essa taxa possa parecer atraente para muitos, considere que a maioria dos atores podem passar semanas ou mesmo meses entre um trabalho e outro. Cada ator também deve pagar uma porcentagem do seu salário aos agentes, advogados e publicitários, por isso é importante encontrar um trabalho estável.

Ganhar a vida

Alguns atores podem ser bem conhecidos mas ganharem muito menos do que muitos fãs esperam. Todavia, o pagamento pode ser muito maior para o papel certo. Atores veteranos que podem ser reconhecíveis, mas que não são nomes conhecidos, poderiam ganhar entre R$ 57 mil ($ 25 mil) a R$ 225 mil ($ 100 mil) para um papel coadjuvante em grandes produções.

Jovens atores como Joaquin Phoenix podem aumentar seus salários conforme a popularidade aumenta. Phoenix ganhou pouco mais de R$ 2 milhões ($ 1 milhão) para seu papel em "Sinais", mas faturou R$ 11 milhões ($ 5 milhões) por um papel principal, um ano depois, em "A Vila".

Adrien Brody ganhou R$ 6 milhões ($ 2.5 milhões) por um papel coadjuvante em "A Vila" depois de ganhar uma indicação ao Oscar. Ele viu seu salário expandir para R$ 23 milhões ($ 10 milhões) pelo papel principal em "King Kong".

Trabalhando por "pontos"

Conforme Hollywood aperta o cinto, alguns atores de alto nível têm um salário menor em troca de "pontos", que é uma porcentagem dos lucros do filme. Tais acordos salariais são arriscados, mas podem ser lucrativos se um filme for bem-sucedido. Em 2009, Tom Hanks ganhou R$ 43 milhões ($ 19 milhões) com base no rendimento da bilheteria do seu filme "Anjos e Demônios".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível