Salve o mundo sendo sustentável

Escrito por marilyn zelinsky-syarto Google | Traduzido por a. araújo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail

Quanto você pode poupar com o uso eficiente de energia

Salve o mundo sendo sustentável
Você poderá fazer isto em breve se souber das vantagens financeiras de ser sustentável usando lâmpadas fluorescentes (getty images)

Embora eu queira falar de sustentabilidade em um nível mais profundo do que trocar lâmpadas e economizar água, estou feliz que as lâmpadas fluorescentes ainda sejam o item mais popular em nossa loja. É uma mudança simples que todos estão dispostos a fazer.

— Maria Onesto Moran, dona do Green Home Experts, em Illinois

Deixar sua casa mais sustentável tem tudo a ver com o uso eficiente de energia, o que significa mais dinheiro no seu bolso. Embora muito se fale na economia ao usar produtos ecológicos, quanto realmente você pode poupar ao implementar ideias ecologicamente corretas em sua casa? As taxas de água e serviços variam muito no país, mas quando você procura saber mais, independentemente do local, há algumas descobertas surpreendentes sobre como conservar o meio ambiente e, consequentemente, o seu salário.

Evite o desperdício de água

Estima-se que uma pessoa gaste entre 303 e 378,5 litros de água por dia, incluindo descargas, banhos e outros, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (U.S. Geological Survey), uma organização científica do governo. Mas você sabe quanto paga pelo litro de água?

Examine a sua conta de água para identificar a quantidade de água que você gasta regularmente. Algumas companhias de saneamento básico fazem a cobrança por litro de água utilizado, enquanto outras podem cobrar pelo número de metros cúbicos utilizados. Conhecer a equivalência entre as duas grandezas pode ajudá-lo a determinar quanto você está economizando – ou desperdiçando. Por exemplo, a Companhia de Saneamento Aquarion (Aquarion Water Company), de Connecticut, cobrava trimensalmente os usuários R$7,60 por 2,83 metros cúbicos de água até os primeiros 12,46 metros cúbicos de água utilizada. Há 1000 litros de água em um metro cúbico, ou 2.830 litros em 2,83 metros cúbicos de água. O preço por metro cúbico da Aquarion é de cerca de 0,27 centavos o litro. Parece uma quantia inofensiva, certo? Mas ela se acumula rapidamente.

Em um banho de 15 a 20 minutos, usa-se cerca de 454 litros de água. Se você for um usuário da Aquarion em Connecticut, isso custaria R$1,23 por banho. Se quatro pessoas tomam um banho por dia, são R$4,92 por dia, cerca de R$147,60 por mês ou quase R$1771,20 por ano. E isso só pela água. Esse preço não inclui o custo do aquecimento de água. Claro, outras companhias de saneamento básico podem cobrar mais ou menos por galão de água, mas você pode ver quanto custa um típico banho diário.

A água é um bem cada vez mais precioso, e tornar seu consumo sustentável compensa. Uma das menores e mais baratas mudanças que você pode fazer para diminuir sua conta de água é instalar um arejador em sua torneira ou chuveiro. Um arejador de torneira simples, que custa cerca de R$10,11 em uma loja de utilidades domésticas, restringe o gasto para 3,7 ou 7,6 litros por minuto, enquanto torneiras sem arejador tipicamente gastam cerca de 11,3 litros por minuto. Sua economia de água com um arejador pode chegar de 33% a 66%.

Alivie suas contas

Muitas pessoas ficaram assustadas quando as lâmpadas fluorescentes surgiram. Eram caras e a qualidade da iluminação era sombria na melhor das hipóteses.

“Cerca de seis anos atrás, eu lembro de ter ficado chateada ao quebrar uma lâmpada fluorescente de R$24,26”, disse Maria Onesto Moran, fundadora e presidente da Green Home Experts, loja especializada em construções e utilidades domésticas ecologicamente corretas, localizada em Oak Park, Illinois.

Nos E.U.A., o descarte gradual da maioria das lâmpadas incandescentes começará em 2012 e estará completo até o final de 2014, então é hora de se acostumar e aprender como as lâmpadas fluorescentes e LEDs podem agir a seu favor.

Muito foi escrito sobre o cálculo dos custos de lâmpadas incandescentes e fluorescentes, gerando confusão. Eis alguns fatos esclarecedores por Christopher Ehlert, gerente de serviços de energia residencial da United Illuminating CO., localizada em New Haven, Connecticut.

“Em média, o custo nacional do quilowatt-hora é 24 centavos”, disse Ehlert. Ele calculou que uma lâmpada incandescente de 60w, que pode ser comprada por um real, acesa durante quase três horas por dia custaria R$14,88 por ano. Uma lâmpada desse tipo tem uma vida útil de cerca de 1.000 horas.

A equivalente, a lâmpada fluorescente de 15w, embora mais cara, custaria R$3,72 por ano e tem uma vida útil entre cinco e sete anos, ou cerca de 10.000 horas. Então, ela custará aproximadamente 75% menos por ano do que a lâmpada tradicional e duraria dez vezes mais.

Também equivalente – embora ainda mais cara –, a lâmpada LED de 7w custaria R$1,86 por ano e duraria mais que qualquer lâmpada no mercado.

As qualidades da lâmpada fluorescente e de LED melhoraram significativamente, e continuarão a brilhar com novas tecnologias. Moran vende uma LED de 6w por R$91 que durará 25 anos de uso moderado, ela disse.

“Embora eu queira falar de sustentabilidade em um nível além de trocar lâmpadas e economizar água”, disse Moran, “estou feliz que as lâmpadas fluorescentes ainda sejam o item mais popular em nossa loja. É uma mudança simples que todos estão dispostos a fazer”.

Instalar lâmpadas fluorescentes é a mudança mais barata que você pode realizar em sua casa e que terá um impacto imediato em sua conta de energia.

Atualize seus eletrodomésticos

O argumento contra eletrodomésticos de consumo eficiente – também conhecidos como os com certificado Energy Star – é que ao serem ao menos 25% mais caros do que os eletrodomésticos tradicionais, a compra de um deles gera um impasse. E agora que o programa federal de descontos em eletrodomésticos não existe mais em alguns estados, o incentivo financeiro para comprar tais eletrodomésticos diminuiu para os moradores desses estados (Para descobrir se há algum desconto em seu estado, visite o localizador de descontos do website do Departamento de Energia).

“Há um eletrodoméstico certificado pela Energy Star para cada orçamento”, disse Ehlert, da U.I. “Nem todos precisam de uma máquina de lavar extravagante para ter um eletrodoméstico de consumo eficiente”. Ele acrescenta que muitas máquinas de lavar mais simples, certificadas pela Energy Star, custam entre R$809 e R$1.213, enquanto os modelos mais extravagantes custam cerca de $2.426,23 ou mais.

Ainda assim, disse Ehlert, independentemente do modelo que você compre, novos modelos reduzem a quantidade de água utilizada, que por sua vez diminuirá o tempo na secadora por até 45 minutos, economizando uma boa quantia em sua conta.

Ehlert disse que a maioria das lava-louças no mercado em 2011 tem o padrão Energy Star, mas da perspectiva do custo, não há muita diferença nos preços entre os modelos eficientes e os não eficientes. A maneira mais simples de economizar dinheiro é reduzindo o uso.

Seria gratificante ver de forma clara quanto dinheiro você realmente está poupando ao ser sustentável. É possível calcular a economia utilizando o cada vez mais popular monitor de eletricidade Kill-A-Watt, um medidor compacto disponível para empréstimo em muitas bibliotecas do país. Conecte-o à parede e depois conecte nele o eletrodoméstico durante um período de tempo e você poderá calcular os custos de um eletrodoméstico.

Se sua biblioteca não possuir um Kill-A-Watt para empréstimo, você pode comprar um por cerca de R$40,50 em uma loja de utilidades domésticas. É de fácil utilização, mas complicado calcular. Você pode encontrar muitos tutoriais sobre Kill-A-Watt no YouTube (youtube.com) que explicam melhor o processo.

Meça a temperatura

A forma como você aquece ou refresca sua casa é uma grande parte da sua conta de energia. Cada grau conta, mas calcular um valor ajudaria você a pensar duas vezes durante a próxima vez em que quiser manter o aquecimento em 22,22°C enquanto 20°C lhe deixariam confortável e o seu orçamento mais saudável.

Vários artigos citam porcentagens diversas para a economia que você teria ao diminuir o termostato de 22,22°C para 20°C. Mas o que isso significa em reais?

Manter a temperatura em 20°C em vez de 22,22°C economizará aproximadamente 21% de sua conta, de acordo com a Southern Maryland Electric Cooperative. Isso significa que se você tem uma conta de energia de R$202,20 por mês ao manter o termostato em 22,22°C, você economizará cerca de R$42,50 por mês ao diminuir a temperatura para 20°C. Isso não inclui a quantidade de gás ou óleo que você economizará em uma temperatura menor.

O quanto você poupará também depende de outras variáveis, tais como onde mora e o quão eficiente é o seu aquecimento. O mesmo se aplica para diminuir a temperatura de sua casa.

Sistemas de ar-condicionado central de consumo energético eficiente são um dos meios que Ehlert julga econômicos. Ele disse que em Connecticut, onde as taxas são altas por conta de desregulação e alto custo de geração, utilizar uma unidade de ar-condicionado central por 500 horas no verão custa cerca de R$643. Um modelo de consumo energético eficiente, por outro lado, custa R$576,23 para funcionar durante o mesmo período - uma economia de cerca de 11%. Claro que as taxas variam, mas você pode perceber como um modelo eficiente compensa.

Isole seu dinheiro

Moran disse que quando alguém entra em sua loja esperando economizar dinheiro tornando sua casa sustentável, ela insiste que eles isolem seus porões antes.

“Não faz sentido comprar um novo aquecedor, por exemplo, quando todo o ar quente vai vazar pelo telhado”, disse Moran. “Isole a casa primeiro”.

Brandon Ansley trabalha para uma companhia de isolamento térmico e concorda com Moran que o porão é a prioridade ao se fechar passagens de ar. Ansley, que é conselheiro geral e diretor de desenvolvimento de negócios da T.A.P. Insulation, situada em Homer, Georgia, disse que há 50 milhões de lares não isolados nos Estados Unidos. Esse número inclui novos lares construídos de acordo com diretrizes locais, que não tem grandes requisitos para o isolamento térmico, de acordo com Ansley.

Instalar isolamento térmico de fibra de vidro de baixo custo não é econômico a longo prazo, Ansley, disse. “O material de fibra de vidro vem em rolos, e quando instalado, deixa brechas que não se adaptam bem nas irregularidades das paredes”, ele disse. T.A.P. (www.tapinsulation.com), um material de isolamento térmico patenteado à base de papel reciclado e fundido com um pesticida seguro, é solto e serve como um cobertor sobre o isolamento já existente, mas preenche as rachaduras e brechas.

Embora isolamentos especializados possam custar 20% a mais que fibra de vidro, não faz diferença na conta mensal, disse Ansley. Custa aproximadamente R$2.021,90 para instalar 92,9 metros quadrados de T.A.P., por exemplo, mas créditos federais podem reduzir o custo do isolamento térmico especial quando uma instalação profissional é necessária.

A diferença se fará notar na conta. Ansley cita a economia de um morador que usa gás natural. Antes de instalar T.A.P., sua conta mensal era R$499,30. Um ano depois, a conta era de R$278,90, uma economia de 56%.

“Embora leve entre três e cinco anos para começar a ver o retorno”, Ansley disse, “é gratificante ver uma conta R$202,20 mais barata”.

Economize usando energia solar

A maioria das pessoas vira o rosto quando são mencionados painéis solares: é opressivo quanto ao tamanho, ao custo e à instalação.

De acordo com um artigo de sete de abril de 2011 do Connecticut Post sobre painéis de energia solar, a General Electric (www.ge.com), planeja construir a maior fábrica de painéis solares dos Estados Unidos para satisfazer a demanda. Gastar centenas de dólares para instalar painéis solares em seu telhado, entretanto, não é o único uso para esse tipo de energia limpa e sustentável, que promete contas menores.

Na California, de acordo com a Solar Technologies (solartechnolgies.com), as taxas de eletricidade subiram 6,7% anualmente desde 1970. A companhia assegura que um proprietário que utiliza exclusivamente eletricidade poderia economizar 95% dos custos de energia durante um período de 25 anos com um sistema de aquecimento solar.

A quantia real que você economiza depende de vários fatores, tais como a área coberta pelo sol em seu terreno e quanto seus custos atuais com eletrodomésticos. Kits de painel solar em lojas de utilidades domésticas custam entre R$402,35 e R$2.021,90 – uma prova a mais que a energia solar não é uma ciência exata.

Você pode fazer uso da energia solar em uma escala menor, embora significativa. Instale um sistema de painel solar no lugar de um aquecedor a gás para sua piscina, por exemplo. Embora não haja descontos para esse uso, um sistema de aquecimento solar para piscina custa entre R$202,20 e R$303,30 para comprar e instalar, mas você poupará aproximadamente R$80,90 por mês, de acordo com a Build It Solar (builditsolar.com), um site sobre energia renovável.

Deduções de impostos e descontos potenciais acompanham a instalação de aquecedores de água solares e painéis solares (também conhecidos como sistemas fotovoltaicos) em 2016, de acordo com o website da Energy Star (energystar.gov).

Dicas & Advertências

  • Você pode se perguntar o que um quilowatt-hora significa. Para entender o que é um quilowatt-hora, e como calcular quantos quilowatts-hora um eletrodoméstico pode gastar, visite o site do Sr. Eletricidade, que possui uma prática calculadora. Certificações da Energy Star (energystar.gov) são colocadas em produtos que se adequam os requerimentos de eficiência energética estipulados pela Agência de Proteção Ambiental (Environmental Protection Agency). A Energy Star planejava vistoriar suas certificações em 2011 e 2012 para estabelecer um processo mais rigoroso. Mudanças no processo de certificação de produtos da Energy Star garantirão que apenas produtos dentro de seus padrões recebam seu selo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível