Como sangrar a embreagem de um Ford F-250 1989 a diesel

Escrito por lee newberry | Traduzido por mariana de mello andré scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como sangrar a embreagem de um Ford F-250 1989 a diesel
A sangria da embreagem requer apenas ferramentas comuns e conhecimentos básicos (Jupiterimages/Pixland/Getty Images)

A Ford Motor Company usa um sistema de embreagem hidráulica em seus veículos mais recentes com transmissão manual. Esse sistema é mais confiável do que o mecânico que substituiu. O sistema de embreagem hidráulica da Ford usa um cilindro escravo, que converte a energia hidráulica em mecânica para engatar e desengatar o rolamento da embreagem. O cilindro escravo usado na F-250 1989 é montado externamente, o que significa que fica fora da caixa da transmissão. A sangria da embreagem hidráulica requer ferramentas comuns e conhecimentos básicos.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Macaco de chão
  • Cavaletes
  • Pano ou toalha
  • Fluido de freio DOT 3
  • Balte
  • Chave de boca fechada

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Desconecte o cabo negativo da bateria do F-250.

  2. 2

    Levante a frente do veículo usando um macaco. Coloque um cavalete atrás de cada roda dianteira, sob o braço A. Abaixe a frente do veículo para que o peso seja apoiado sobre os cavaletes. Assegure-se de que o veículo esteja apoiado de forma segura e remova o macaco.

  3. 3

    Encontre o cilindro mestre da embreagem do lado do motorista do compartimento do motor, contra a parede de fogo.

  4. 4

    Limpe a tampa de poeira do cilindro mestre com um pano ou toalha limpos, removendo a sujeira ou a graxa da tampa e da carcaça do cilindro mestre. Remova a tampa e seu diafragma.

  5. 5

    Complete o nível do cilindro mestre com fluido de freio DOT 3. Não recoloque a tampa e o diafragma.

  6. 6

    Encontre o cilindro escravo externo da F-250 1989. Ele fica no compartimento do motor, perto da parte inferior da parede de fogo, diretamente abaixo do cilindro mestre. Seu parafuso de sangria fica em sua lateral. Coloque um balde sob ele, para que recolha o fluido hidráulico.

  7. 7

    Solte o parafuso de sangria com uma chave de boca fechada e veja o fluido sair por ele. Deixe-o aberto, até que esteja saindo uma corrente constante de fluido, e então aperte-o. Não remova-o completamente durante este processo.

  8. 8

    Veja o nível do fluido no cilindro mestre. Complete seu nível com fluido de freio DOT 3 e recoloque seu diafragma e sua tampa.

  9. 9

    Pise no pedal da embreagem até o assoalho. Segure-o por dois segundos e solte-o rapidamente. Repita esse procedimento dez vezes.

  10. 10

    Peça para um ajudante sentar no banco do motorista. Peça para que pise no pedal da embreagem e segure-o bem no fundo. Solte o parafuso de sangria do cilindro escravo e deixe-o aberto até que todo o ar tenha saído do sistema e uma corrente constante de fluido esteja saindo pelo parafuso. Aperte-o novamente e solte o pedal da embreagem. Lembre-se de não remover completamente o parafuso durante este processo.

  11. 11

    Remova a tampa de poeira e o diafragma do cilindro mestre. Complete seu nível com fluido de freio DOT 3, reinstale o diafragma e a tampa de poeira e remova o balde de baixo do carro.

  12. 12

    Levante o veículo com um macaco, remova os cavaletes e abaixe-o novamente. Remova o macaco.

  13. 13

    Reconecte o cabo negativo da bateria da F-250.

Dicas & Advertências

  • Para fazer este procedimento corretamente, você precisará de um ajudante.
  • Sempre desconecte o cabo negativo da bateria antes de fazer qualquer reparo. Entregue os fluidos usados em uma empresa de reciclagem.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível