Mais
×

Sapatos nos anos 20

Atualizado em 17 abril, 2017

Nos anos 20, os sapatos viraram um acessório da moda importante enquanto as saias diminuíam e as danças de alto escalão mostravam mais os calçados. Saltos "Louis" — sapatos com um salto grosso e curvado que era predominante no início dos anos 1900 — evoluíram para sapatos mais finos e amarrados no início dos anos 20. Os calçados masculinos também mudaram, enquanto os sapatos masculinos de cano alto e botões ou "spats" (como uma polaina) usados na virada do século foram substituídos por sapatos baixos de cadarços.

Sapatos mais finos com uma faixa fina eram a moda nos anos 20 (Ian Gavan/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Sapatos femininos para o dia

Sapatos arredondados de couro com um salto fino eram populares entre muitas mulheres nos anos 20, incluindo as elegantes "flappers" (termo usado para as jovens dos anos 20). No início da década, mulheres usavam sapatos de cores neutras. Outras cores populares eram marrom, preto e cinza. Isso mudou no fim dos anos 20, enquanto os designers de sapatos começaram a criar calçados de cores mais dramáticas como vermelho, verde e dourado. A silhueta popular dos anos 20 eram os sapatos com tiras em formato T Mary Janes, sapatos jovens com um vorte baixo e um salto de 3 a 6 cm — dependendo do estilo. Outra tendência incluía sapatos confortáveis com sola e salto de borracha que foram produzidos por volta da Primeira Guerra Mundial e aumentaram de popularidade no meio dos anos 20.

Sapatos femininos para a noite

Uma das maiores diferenças entre os sapatos diurnos e noturnos era o glamour, com sapatos formais aparecendo em muitas cores fortes e tecidos opulentos para combinar com um visual noturno. Os calçados eram feitos de brocados ou cetim com tiras finas que prendiam para segurar os sapatos enquanto a mulher dançava. Capas de botões decorativas acrescentavam detalhes para a vestimenta da noite. Esses detalhes decorados eram feitos com muitos materiais brilhantes e glamourosos, incluindo esmalte, strass, prata ou ouro e cobriam o botão em cima do sapato.

Sapatos casuais e esportivos masculinos

Para o dia, várias versões dos sapatos brogue eram populares nos anos 20 — feitos com couro caramelho, marrom ou preto. Brogues ainda são populares na moda masculina contemporânea e incluem uma variedade de sapatos de cano baixo e salto baixo com cadarços. O brogue wingtip (com uma biqueira pontuda) foi tendência nos anos 20, com a biqueira quadrada ou afunilada. A característica marcante do sapato de couro é o design do "M" perfurado em volta da parte dos dedos. Outro estilo popular de brogue daquela época, os sapatos derby, não tinham decorações. Sapatos esportivos eram usados com roupas esportivas. Os Therese foram sapatos de cano alto que tinham solas de borracha.

Sapatos formais masculinos

O sapato oxford usado para a noite era um sapato brogue que tinha cadarços fechados, o que significa que os orifícios dos cadarços eram costurados por baixo da gáspea. Nos anos 20, o material escolhido para o homem maduro eram os sapatos pretos de couro envernizado. No entanto, gerações mais jovens usavam oxfords de couro de dois tons para a noite em preto e branco ou marrom e branco. Esses sapatos chamativos eram frequentemente usados para dançar, já que o sapato fazia uma afirmação, nos famosos passos de dança Charleston.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article