Segredos asiáticos para a perda de peso

Escrito por amber d. walker | Traduzido por gleice attié
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Segredos asiáticos para a perda de peso
Certos chás aceleram o metabolismo e ajudam a perder peso (ULTRA F/Digital Vision/Getty Images)

Não é segredo que a taxa de obesidade no Brasil vem crescendo há anos, mesmo entre as crianças. Diante de uma vida inteira de mobilidade reduzida e problemas de saúde crônicos, mais e mais pessoas estão tentando encontrar uma alternativa aos hábitos alimentares atuais. Uma vez que a Ásia tem uma longa história de formação de uma população saudável, com uma baixa taxa de obesidade e problemas cardíacos, muitos querem saber sobre os segredos da dieta do Oriente.

Outras pessoas estão lendo

Chá

Um costume comum, que resulta no controle ou na perda de peso, é o hábito de beber chá, especialmente o chá verde. Seus benefícios são conhecidos na China há séculos, mas só recentemente foram comprovados pela medicina ocidental. Beber chá verde regularmente reduz os níveis de colesterol e ajuda a queimar gordura. Ele também é bom para a sua saúde em muitas outras maneiras, demonstrou reduzir o risco de câncer e doenças cardíacas e contém muitos antioxidantes, de acordo com estudos realizados na Holanda e Japão.

Mas não é apenas o chá verde que pode ajudá-lo a ficar mais saudável e perder peso. O chá oolong também teve sua eficácia comprovada em diminuir a gordura corporal e aumentar o metabolismo. De acordo com um estudo publicado em agosto de 2003 pela University of Tokushima School of Medicine, o metabolismo de um grupo de mulheres japonesas adultas aumentou significativamente após a ingestão desse chá, mesmo contendo metade da cafeína do chá verde.

Sem laticínios

Outra característica que distingue a dieta asiática das outras é a falta de consumo regular de laticínios. Apesar de uma boa fonte de cálcio, também são ricos em gordura e estão ligados a uma série de problemas de saúde, incluindo cólicas, anemia, alergias, doenças cardíacas e diabetes. O consumo na China, Coréia, Japão e outros países asiáticos não chega nem remotamente perto da quantidade consumida por americanos, por exemplo. Cortar laticínios e toda a gordura e alto teor calórico ligados a eles, como no caso do sorvete, por exemplo, é uma maneira fácil de perder peso à maneira asiática.

Dieta à base de plantas

Dietas asiáticas são à base de vegetais, enquanto a dieta ocidental tende a focar em carnes e alimentos processados​​. A maioria das dietas asiáticas é rica em grãos, especialmente o arroz, legumes, alimentos à base de soja e algas. Essas são ricas fontes de iodo, vitamina K, magnésio, ferro e cálcio, com quase zero calorias e sem gordura. De acordo com um artigo publicado no "The American Journal of Medicine" em setembro de 2005, uma dieta de baixo teor de gordura baseada em vegetais é a maneira mais eficaz para as mulheres perderem peso, e o número de pessoas que podem ser classificadas como acima do peso ou obesas é muito menor em países que predominantemente seguem essa dieta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível