Saúde

É seguro o uso de ácido salicílico durante a gravidez?

Escrito por darlene watson | Traduzido por pamela miranda
É seguro o uso de ácido salicílico durante a gravidez?

Procure outras alternativas antes de usar ácido salicílico para tratamento de acne durante a gravidez

mirror,mirror... image by Catabu from Fotolia.com

Acne e outros problemas de pele afetam muitas mulheres grávidas. Mas o ácido salicílico, um ingrediente comum em medicamentos para acne e esfoliação corporal, pode não ser uma boa alternativa de tratamento. A concentração e tipo, pílulas ou tópico, podem afetar a mulher gravida e seu bebê.

Outras pessoas estão lendo

Funções

O ácido salicílico, da família da aspirina, reduz a vermelhidão e a inflamação da pele e também pode ser usado como um agente esfoliante para remover a última capa de pele (peeling). Este ácido, catalogado como um beta-hidroxiácido, ou BHA, é comumente encontrado em produtos para acne, limpadores, tônicos, esfoliantes antienvelhecimento, cremes para peeling e tratamentos para caspa e verrugas. É prescrito em diferentes concentrações como pílulas ou para uso tópico.

Efeitos

Os médicos ainda não chegaram a um acordo sobre a influência do uso de ácido salicílico sobre o feto, mas testes realizados em pacientes que tomaram pílulas com este ingrediente encontraram má formações no feto e complicações durante a gravidez, tais como aumento de abortos espontâneos, problemas de coração e pulmão no feto e sangramentos tanto para a mãe como para o bebê. Estes são alguns dos problemas encontrados em mulheres que tomaram ácido salicílico durante a gravidez. Ainda que a forma tópica do ácido salicílico ainda não tenha sido testado em mulheres grávidas, os profissionais da saúde recomendam não usar nenhum produto com este químico. Isso é verdadeiramente especial para os esfoliantes corporais e faciais, que quanto mais esfregados na pele, mais liberam o químico, que é absorvido pelo corpo chegando à corrente sanguínea. Estima-se que a quantidade de ácido contida em um esfoliante é igual ao de uma aspirina.

Prevenção e solução

Durante a gravidez, sempre aparecem problemas como acne irritações cutâneas. Se for necessário tratamento, um limpador que possa ser removido com água é melhor do que uma pomada que precise ficar um tempo sobre a pele. Uma pequena pincelada de peróxido de benzoíla sobre uma espinha é ainda melhor do que um tratamento que cubra áreas mais grandes do rosto com ácido salicílico ou peróxido de benzoíla.

Considerações

Você pode optar também por tratamentos naturais para combater as espinhas. Alguns deles são trocar o sal iodado por sal marinho sem iodo, usar uma pasta de açafrão-da-terra (também conhecido como cúrcuma) e óleo de sésamo aplicado diretamente sobre a espinha por três noites (esta pasta deveria secar a área e curar a inflamação); e usar fermento misturado com água como um esfoliante e limpador facial. Tomar muita água (sem aditivos) também ajuda a manter uma pele saudável.

Advertências

Evite o uso do ácido salicílico se estiver dando de mamar, já que o químico pode passar ao leite e afetar o bebê. Visite sempre seu médico antes de começar qualquer tratamento, incluindo tratamentos com ervas e tratamentos caseiros. Um dermatólogo especializado em cuidados de mulheres grávidas é o mais indicado para sugerir tratamentos e alternativas para cada caso.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media