Selas usadas em cavalos nas planícies da América do Norte

Escrito por eric angevine | Traduzido por cristina moreira sampaio
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Selas usadas em cavalos nas planícies da América do Norte
Cavalos trazidos pelos exploradores espanhóis tornaram-se os rebanhos selvagens das planícies norte-americanas (Horse image by Dusi from Fotolia.com)

Cavalos foram introduzidos nas planícies da América do Norte pelos exploradores e colonizadores europeus em meados do século XVII. Vários cavalos escaparam das expedições de aventureiros famosos como DeSoto e Coronado, formando manadas selvagens que os nativos americanos em breve domesticaram para uso próprio. Os índios criaram suas próprias selas e outros apetrechos, adaptando o equipamento básico utilizado pelos cavaleiros europeus para suas próprias necessidades, fazendo-os com seus próprios materiais.

Outras pessoas estão lendo

Materiais

Selas de cavaleiros nativos eram feitas a partir de materiais básicos, esculpindo seus quadros de sela em madeira. De acordo com os diários de Meriwether Lewis de Lewis & Clark, os nativos estendiam couro de bisões sobre estes quadros e deixavam secar e encolher, o que naturalmente manteria-os juntos. Adornos vieram de ossos, chifres, madeira e pedras semi-preciosas. Cavaleiros também utilizavam bens de comércio, incluindo cristais de vidro.

Formato

A parte esculpida de uma sela, muitas vezes seguiam o estilo espanhol, com altos adornos na frente e nas costas. Lewis observou que essas selas foram mais frequentemente usadas por chefes e membros idosos da tribo. Cavaleiros mais jovens tinham uma almofada de couro simples recheado com cabelo ou grama, e mantida no lugar por uma tira de couro amarrada ao redor do animal na forma de uma circunferência moderna. Cobertores de sela utilitários eram, muitas vezes, de couro de búfalo com pelo, embora as versões formais decoradas também estavam em evidência.

Decoração

As selas básicas foram, muitas vezes, personalizadas com desenhos semelhantes aos usados ​​para embelezar a roupa. Isto inclui cristais, como descrito acima, e desenhos produzidos por quillwork - uma arte que está quase extinta hoje. Intrincados desenhos geométricos, franjas balançando e outras adições trouxeram um toque feminino para os guerreiro. Na verdade, embora estas selas estejam associadas com guerreiros masculinos, eram as mulheres tribais que na maioria das vezes as faziam.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível