Semelhanças entre briófitas e algas

Escrito por oliver broderick | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Semelhanças entre briófitas e algas
As algas-verdes filamentares, muitas vezes, são confundidas com musgo (Hemera Technologies/Photos.com/Getty Images)

Alga é a denominação da categoria de milhões de espécies de algas, incluindo o grupo maior e mais diversos conhecido como algas-verdes. Os cientistas acreditam que dentro do grupo das algas há um tipo que é o ancestral das plantas terrestres. A evidência desse elo pode ser vista nas semelhanças entre as algas-verdes e as briófitas (hepatófitas, antocerotófitas e musgos), que são as plantas terrestres mais antigas do planeta.

Outras pessoas estão lendo

Dependência da água

As plantas desenvolveram maneiras de viver na terra, incluindo uma cutícula cerosa que lhes permite reter água. Essa cutícula está ausente em algas e briófitas. Consequentemente, esses organismos tendem a ser extremamente dependentes de água. Em geral, as algas vivem na água, mas alguns tipos são capazes de viver na terra em ambientes muito úmidos. As algas-verdes, por exemplo, vivem principalmente em água doce ou em árvores, rochas e solo. Da mesma forma, as briófitas normalmente necessitam de um habitat aquático ou rico em umidade, embora existam alguns tipos que precisam de pouca água para sobreviver.

Estrutura da planta

Assim como as algas, as briófitas são avasculares. O tecido vascular é o condutor (chamado de xilema e floema) que transporta nutrientes das raízes e folhas, através do caule na maioria das plantas terrestres. Nas plantas avasculares, como algas e briófitas, este tecido está ausente, e sem raízes, folhas e caules verdadeiros. Essa similaridade fez com que os cientistas considerassem a briófita uma intermediária na evolução das algas para plantas terrestres. Outra consideração estrutural é a parede celular. As briófitas, como outras plantas terrestres, apresentam paredes celulares rígidas, contendo celulose, um carboidrato. Este tipo de parede celular também está presente em certos tipos de algas-verdes.

Pigmentos fotossintéticos

As briófitas, como a maioria das algas (incluindo as algas-verdes), possuem pigmentos fotossintéticos, como a clorofila a e b, que absorvem e captam energia da luz solar e permite o processo da fotossíntese (o processo pelo qual uma planta é capaz de sintetizar a luz solar, dióxido de carbono, água e sais inorgânicos em nutrição que ela precisa para viver).

Ciclo de vida e reprodução

Assim como a maioria das algas, as briófitas têm ciclos de vida reprodutivos, caracterizados por "alternação de gerações". Cada geração, ou fase, é o resultado de uma alteração entre os modos sexuado e assexuado de reprodução. De fato, este tipo de ciclo vital é comum em todas as plantas, ainda que algumas vezes uma única geração dure mais de uma vida da planta. Na reprodução sexuada, as briófitas e as algas, como os animais e outras plantas, apresentam espermatozoide livre-nadante (móvel) com flagelos semelhantes a chicotes (o tipo de "cauda" do espermatozoide) que depende da água para ser transportado para um ovo não móvel.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível