Semelhanças entre Durkheim e Weber

Escrito por brian gabriel | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Semelhanças entre Durkheim e Weber
Durkheim e Weber desenvolveram a sociologia, o estudo sistemático das sociedades (Kevork Djansezian/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Tanto Emile Durkheim quanto Max Weber são considerados os "pais" da sociologia. Escrevendo no final do século XIX, esses homens construíram as fundações do novo campo da sociologia em uma tentativa de ficar em bons termos com as profundas mudanças ocorridas na vida moderna. Os dois estudaram a estrutura da sociedade. A maior diferença entre eles foi que Durkheim enfatizava a influência mensurável e objetiva nos indivíduos e Weber estudava os significados subjetivos que os indivíduos colocavam em seu próprio comportamento para compreender a sociedade. A despeito das suas metodologias diferentes, os dois sublinharam a centralidade da sociologia comparativa ao estudar as sociedades.

Outras pessoas estão lendo

Classificação sociológica

Durkheim e Weber acreditavam na importância da classificação na organização da experiência humana. Isso exigia o desenvolvimento de conceitos gerais que se aplicassem a mais de um caso. Esses conceitos lhes permitiriam formular as teorias gerais a respeito da sociedade e resolver os problemas sociais que enganaram os historiadores, que simplesmente examinaram inúmeros casos especiais em história e não organizaram a experiência humana em uma teoria geral. Por exemplo, Durkheim construiu uma classificação de espécies baseadas em níveis de desenvolvimento. Portanto, o sociólogo deve examinar o nível de desenvolvimento em uma determinada sociedade para fazer julgamentos apropriados: o que é normal para uma sociedade primitiva não será normal para uma sociedade complexa.

Tipos ideais

Tanto Durkheim quanto Weber criaram tipos ideais para interpretar o fenômeno sociológico. O tipo ideal não veio diretamente da realidade empírica. Foi, em vez disso, criado artificialmente a partir do que Durkheim e Weber acharam que fossem os traços "essenciais" de alguma situação histórica complexa. O uso de tipos ideais foi uma ferramenta de simplificação para ajudar na compreensão de tópicos complexos demais sem o seu auxílio.

Verificação empírica

Os dois pensadores acreditavam na importância de usar procedimentos empíricos para apoiar suas hipóteses sociológicas. Isso quer dizer que eles ligavam causas e efeitos nas suas observações das sociedades. Weber mencionou a importância da "significação causal" nas suas observações e Durkheim falou em "estabelecer relações de causalidade".

Religião

Durkheim e Weber viam a religião como um reflexo da sociedade mais que como uma realidade sobrenatural externa. Eles viam a sociedade moderna como enraizada nos processos da religião. Durkheim achava que Deus não era somente a idealização da natureza humana, como acreditava Karl Marx, mas que era também a própria sociedade. Isso significa que Deus e a sociedade desempenham ambos o mesmo papel funcional, especificamente o papel de um ser superior no qual o indivíduo precisa confiar. Weber tinha uma concepção parecida de religião. Ele dizia que os símbolos religiosos vieram para representar sistemas políticos preexistentes. Os dois homens examinaram a história primitiva do homem para formar teorias sobre religião.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível