Mais
×

Como é a sensação de tocar a pele de um golfinho?

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Golfinhos são mamíferos marinhos altamente inteligentes. Assim como todos os mamíferos, eles respiram com pulmões, possuem sangue quente, as fêmeas dão luz à filhotes, amamentando-os e, em algumas épocas de suas vidas, eles possuem pelos. A pele de um golfinho tem um papel extremamente importante na sobrevivência do animal no oceano. Se há a dúvida de como é a pele desse mamífero peculiar, continue lendo.

Os golfinhos são mamíferos extremamente inteligentes (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Teorias e especulações

Golfinhos possuem pelos assim que eles nascem, que são encontrados perto do focinho. Esses bigodes possuem em torno de 6 mm de comprimento, mas eles caem depois de um curto período de tempo, um pouco depois do nascimento do filhote. Após essa queda, o golfinho fica completamente "careca", ou seja, a pele desse mamífero certamente não é como a vasta maioria dos animais que são cobertos de pelos. Os locais onde havia pelos ficam descobertos pelo resto da vida do golfinho e biólogos marinhos têm a teoria de que essas áreas têm um papel muito importante na detecção sensorial do animal, talvez permitindo que ele detecte correntes na água.

Tamanho

A parte interna de um golfinho é isolada por uma camada extremamente grossa de gordura, que normalmente tem por volta de 2 a 3,1 cm de espessura. O golfinho tem uma pele cuja superfície é 10 vezes mais grossa que a pele de qualquer outro mamífero terrestre e é composta de três camadas: a epiderme, ou camada superficial; uma camada média, chamada de derme; e a hipoderme, que é a camada mais inferior.

Período de tempo

A cada duas a quatro horas, toda a camada superior da pele de um golfinho se desprende, ou seja, as células mortas são rapidamente substituídas por novas. Esse ritmo é nove vezes mais rápido que nos humanos e ele permite que o golfinho seja simplificado, permanecendo hidratado e livre de qualquer coisa que fique presa na camada externa da pele, atrapalhando o mergulho. Essa troca constante da pele faz com que ela fique muito macia, o que tira a dúvida de como a pele do golfinho é ao ser tocada.

Função

Uma examinação completa da pele de um golfinho revela micro cumes dermatológicos, que são designados para prender as moléculas de água na superfície da pele do animal. Eles permitem que ele nade facilmente e em alta velocidade, já que a água se move mais rapidamente e com menos resistência quando entra em contato com ela mesma. Alguns veleiros foram construídos com suas partes inferiores inspiradas pela pele do golfinho, com micro buracos para dar mais velocidade ao barco. Roupas de mergulho também foram projetadas da mesma forma. Por fim, esses cumes dão uma maciez extra à pele dos golfinhos.

Visão de especialista

O golfinho também tem uma pele bastante flexível e ágil. Quando ele atinge uma certa velocidade nadando em meio às ondas, o fluxo de água muda de calmo para turbulento. Essa pele flexível na verdade fica ondulada conforme esse mamífero nada rapidamente para compensar a turbulência.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article