Mais
×

O sensor de detonação com defeito pode causar vibração no motor?

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

O sensor de detonação é um componente no motor de seu carro que está designado para detectar os níveis de pressão. Ele fica próximo aos pistões ou ao coletor de admissão e funciona como um dispositivo de leitura, já que grava as vibrações do motor. Os dados gravados são enviados à central computadorizada do carro para determinar se o motor funciona eficientemente ou se precisa de ajuste de sincronismo na detonação. Um sensor defeituoso pode gerar problemas no motor e causar a batida de pino.

Vibração excessiva ou falta de potência pode ser sinal de um sensor de detonação com problema (Image by Flickr.com, courtesy of Reg Mckenna)

Batida de pino

A batida de pino é um som produzido pelo motor quando o pedal do acelerador é acionado, ou quando a mistura de combustível/oxigênio está explodindo muito antecipadamente dentro da câmara de combustão. Se o sincronismo da combustão estiver errado, as velas ou os pistões podem chacoalhar e o motor pode começar a vibrar, resultando em um estranho barulho de batidas chamado batida de pino. Na maior parte das vezes, o som será como se o motor estivesse chacoalhando. Isto pode danificar o motor e resultar em um alto consumo de combustível, problemas de aceleração e outros problemas relacionados ao motor.

Como o sensor de detonação evita a batida de pino

O principal componente do sensor de detonação é um elemento piezoelétrico. Ele tem uma mola ao redor dele e um fio que conecta o sensor diretamente à central computadorizada do carro. Quando o sensor vibra, ele envia sinais elétricos através do fio até o computador, que interpreta a leitura. O sensor age como um dispositivo de escuta que fica dentro do motor, perto do coletor de admissão ou dos pistões. Ele detecta a pressão dentro do motor. A vibração que ele grava é convertida em voltagem, que é enviada ao computador, que então pode alterar o sincronismo do motor adequadamente para prevenir que ele bata, fazendo com que mantenha o seu correto funcionamento.

Reparação e substituição

Não é possível reparar o sensor caso ele comece a falhar, portanto, ele deverá ser substituído. Isto pode levar muito tempo e um mecânico deve realizar o procedimento, a não ser que você tenha conhecimentos sobre o funcionamento do motor. Alguns modelos têm o sensor instalado dentro do bloco do motor e o fluido de arrefecimento deve ser drenado antes. Consulte o manual do proprietário para detalhes sobre o motor, mesmo porque o sensor deve ser apertado de acordo com as especificações. Caso não seja assim, ele pode ficar muito sensível a vibrações e pode prejudicar a performance do motor ou não funcionar.

Benefícios adicionais

Alguns sensores de detonação têm o objetivo de ajudar o motor a chegar ao seu pico de performance, fazendo-o chegar ao ponto de batida e levemente reduzir para deixá-lo próximo a esse ponto. Isto resulta em uma grande força e uma alta performance em aceleração para seu veículo. O sensor de detonação também ajuda seu carro a maximizar a economia de combustível, fazendo você poupar dinheiro para abastecer quando ele estiver funcionando corretamente.

Danificando o sensor de detonação

Siga a instruções de seu carro em relação ao tipo de combustível utilizado, pois a octanagem errada pode afetar a performance do sensor de detonação, junto com o resto do motor. O sensor é muito sensível à vibração, e se você decidir instalar um novo, faça isto com cautela, porque se ele cair, é bem capaz de quebrar e não funcionar mais. Os selos que protegem o sensor podem, em alguns casos, ressecar e rachar por causa das condições extremas de temperatura e da umidade que pode se acumular neles aos poucos. Um mecânico pode executar testes no sensor para determinar se ele está apertado e funcionando corretamente.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article