Mais
×

Como fazer uma série de exercícios com um bastão Bō

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

O karatê é uma antiga arte marcial japonesa que ensina tanto a defesa pessoal como o crescimento espiritual. Um treinamento com o bastão Bō pode ser incorporado em uma competição de karatê ou usado como um bom exercício aeróbico e para os membros superiores. Embora isso exija um envolvimento físico intenso para operar o bastão, você também precisa desenvolver uma mente calma para fazer o treinamento.

Instruções

Aprenda a treinar com um bastão Bō (Jupiterimages/PhotoObjects.net/Getty Images)
  1. Encontre um bastão que tenha entre 1,20 m e 1,80 m de diâmetro. Encontre-os em lojas de artes marciais ou na internet.

  2. Fique em pé com os pés na distância dos ombros e segure o bastão na sua frente, com uma mão para cima e outra para baixo. Comece a girar o bastão em um círculo completo, mantendo-o afastado do seu corpo com os braços estendidos. Cruze as mãos uma sobre a outra, mudando a posição ao girar o bastão.

  3. Comece de vagar e aumente a velocidade a medida que ficar mais à vontade com o movimento. Girar um bastão requer prática e concentração. O movimento irá fortalecer seus braços e abdome também.

  4. Abra as mãos para segurar o bastão, novamente com uma virada para cima e outra para baixo. Gire o bastão para o lado dessa vez, comece na frente e mova para o lado ao girar.

  5. Comece a série rodando o bastão de frente. Pare de repente e apoie o bastão no chão; então gire-o para o lado e pare novamente, apontando o bastão para frente como se estivesse acertando um oponente. Gire da frente para o lado e voltando. Inclua alguns chutes e você terá uma série de Bō no karatê.

Aviso

  • Não tente treinar com o Bō se tiver algum problema no punho, ou ao menos consulte um médico antes de fazer.
  • Pratique com o bastão é um local onde não há nada que possa ser quebrado; o bastão pode se soltar das suas mãos quando você está começando a aprender a arte.
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article