Por que seroquel causa sonolência?

Escrito por contributing writer | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que seroquel causa sonolência?
O seroquel é uma medicação muito utilizada no tratamento de distúrbios mentais (orange and white tabs image by Maria Brzostowska from Fotolia.com)

Outras pessoas estão lendo

Sobre o seroquel

Seroquel é uma dos medicamentos mais usados para tratar graves distúrbios psicológicos, como o transtorno bipolar. Entretanto, ele é cada vez mais usado para tratar insônia e outros distúrbios do sono, por causa de seus efeitos colaterais sedativos. Entretanto, usar o seroquel para tratar problemas do sono inclui um uso não regulado do remédio, já que é uma poderosa medicação antipsicótica. Por agora, ele é receitado principalmente para o tratamento de distúrbio bipolar e esquizofrenia, sendo a fadiga um dos principais efeitos colaterais.

Como o Seroquel causa fadiga

Quando o seroquel é administrado na forma de comprimido, ele se dissolve e entra na corrente sanguínea, onde eventualmente é absorvido pelo cérebro. Lá, ele controla a liberação de dopamina e serotonina, os dois neurotransmissores que acredita-se que sejam disfuncionais em pacientes bipolares e esquizofrênicos. Como muitas outras medicações, não se sabe exatamente como o seroquel afeta o cérebro, apenas que ele alivia os sintomas psicóticos das pessoas com graves distúrbios mentais. O remédio, em grandes quantidades, causa fadiga porque interfere na serotonina. Além disso, ele é um anti-histamínico. Anti-histamínicos, como medicações para alergia, fadigam o corpo quando entram no cérebro.

Tratamentos para a fadiga causada pelo Seroquel

Muitas vezes, a fadiga causada pelo seroquel desaparece conforme o corpo do paciente se ajusta à nova medicação. Entretanto, a fadiga pode nunca cessar totalmente para outros, já que cada corpo reage de uma forma diferente à medicação e algumas pessoas são mais sensíveis aos efeitos colaterais do remédio. No entanto, tomar uma dose menor de seroquel, com a supervisão de um médico, pode ajudar. Caso seja paciente bipolar ou esquizofrênico, você pode ter que esperar até que você e seu médico descubram a dose que alivia seus sintomas com mínimos efeitos sedativos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível