As sete montanhas sagradas do mundo

Escrito por frank b. chavez iii | Traduzido por tradutor em demand media studios
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As sete montanhas sagradas do mundo
O icônico Monte Fuji é uma das muitas montanhas sagradas (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

As montanhas são uma das principais características geográficas da maioria dos lugares. Por milhares de anos, as culturas ao redor do mundo têm considerado essas maravilhas majestosas sagradas. Elas são vistos como o lugar de encontro do céu e da terra, a casa dos deuses e o ponto de encontro entre o homem e o divino.

Monte Olimpo

Na mitologia grega, O Monte Olimpo foi a casa dos 12 deuses do Olimpo liderados por Zeus. Ela pode ter sido considerada uma montanha ideal antes de ser associada a um lugar real. Várias montanhas têm esse nome, mas a mais famosa é a montanha grega de 25.749 km, perto da fronteira com Tessália e Macedônia.

Monte Nebo

O Monte Nebo está 800 m acima da Faysaliyah, na Jordânia. De acordo com a Bíblia, Deus permitiu a Moisés uma visão da terra prometida do seu pico. Mais tarde, a tradição também afirma que é o local onde Jeremias escondeu a Arca da Aliança. Os visitantes na montanha podem ver muitas partes da Terra Santa, incluindo o Mar Morto, o deserto de Judá, Belém e até Jerusalém.

Monte Fuji

O Monte Fuji é o pico vulcânico cônico de 3776 m em Honshu, Japão. Segundo a lenda, ele foi criado por um terremoto em 286 a.C.. A montanha mais alta do Japão é considerada um símbolo do espírito do país e é considerada sagrada por cada religião japonesa. É o objetivo de peregrinos, o tema de pinturas e poemas e uma atração turística.

Monte Kailash

Monte Kailash está a 6705 m acima do Tibete ocidental. Os hindus o consideram a casa do deus Shiva. Os budistas tibetanos o veem como casa da divindade Chakrasamvara. Os seguidores de Bon, a religião pré-budista do Tibete, o veem como o lar da Grande Deusa do céu Sipaiman e o local da batalha espiritual que estabeleceu o budismo como principal religião do Tibete. Os jainistas acreditam que é onde Rishaba, o primeiro Tirthankara, ou mestre iluminado, atingiu a iluminação.

Monte Sinai

Monte Sinai é uma montanha de 2285 m, na Península do Sinai do Egito, sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos. É o local onde Moisés, segundo a Bíblia, recebeu as tábuas contendo os Dez Mandamentos. Os muçulmanos também acreditam que é onde Maomé subiu aos céus no cavalo. No século 6, o imperador bizantino Justiniano mandou construir o Mosteiro de Santa Catarina no pé da montanha.

Song Shang

Song Shang está cerca de 1499 m acima de Dengfeng, província de Henan China. Ela é considerada a principal montanha sagrada da China. É a localização de vários locais históricos, como o Relógio de Sol da Plataforma Zhougong, o Observatório de Dengfeng e o Han Que Gates, os restos de antigos edifícios religiosos da China. Construída por nove dinastias diferentes, essas ruínas refletem a longa história do local como um centro de religião, ciência e tecnologia.

Montanha Croagh Patrick

Com 765 m, a montanha Croagh Patrick, da Irlanda, era um local sagrado muito antes da chegada do Cristianismo. Os celtas acreditavam que era a casa do deus Crom Dubh e ela era utilizada para o festival da colheita Lughnasa. No século 5, St. Patrick supostamente passou 40 dias fugindo de serpentes, dragões e forças demoníacas da área. Por volta do sétimo século, foi um dos locais cristãos mais importantes da Irlanda.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível