Como o sexo do bebê é determinado?

Escrito por joseph nicholson | Traduzido por débora sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como o sexo do bebê é determinado?
Aprenda como é formado o sexo de um bebê (Erica Lynn Price, Bernos LLC, Oulu University Library, Homesteadbirth.com)

Outras pessoas estão lendo

O que diferencia os dois sexos

O processo que determina o gênero, isto é, o sexo de um organismo, começa mesmo antes do momento da fertilização, quando os gametas masculinos e femininos aderem-se. Os gametas são células sexuais que contêm exatamente a metade de um conjunto genético completo, uma parte específica do que determina o sexo. Os óvulos, o gameta feminino, contêm apenas os chamados cromossomos "X", mas o espermatozoide, a contraparte masculina, pode ter cromossomos "X" ou "Y". O fator crucial na formação do sexo da prole é a possibilidade de o esperma bem sucedido carregar um cromossomo X ou Y.

Como o sexo do bebê é determinado?
O que diferencia os dois sexos

Período de diferenciação

Durante as dez primeiras semanas de desenvolvimento humano, o sexo do embrião é indiferenciado, significando que não existem características particulares de qualquer um dos sexos. Ou melhor, para ser mais preciso, as qualidades de ambos os sexos estão presentes, e o bebê ainda pode ser menino ou menina. Sem o cromossomo Y, o curso natural do desenvolvimento do embrião é que as gônadas tornem-se ovários. Os dutos de Müller se desenvolvem na genitália feminina, enquanto as estruturas genitais masculinas atrofiam-se.

Mas, se um cromossomo Y estiver presente e outras condições forem normais, a produção de testosterona pelo embrião provocará a formação dos chamados canais de Wolff, que passam a formar os órgãos genitais masculinos. Esse cromossomo faz com que a gônada indiferenciada transforme-se em um testículo; o que teria sido o clitóris torna-se o pênis e os lábios tornam-se um escroto. Lá pela 12ª semana após a fertilização, ocorre a diferenciação química, e as estruturas genitais externas são observáveis ​​após cerca de 16 a 20 semanas.

Como o sexo do bebê é determinado?
Divisão cromossômica

Fatores controversos

Embora a presença de um cromossomo Y seja o único maior fator determinante do sexo e do gênero, o processo nem sempre ocorre como esperado. Uma vez que é a presença de testosterona e de outros andrógenos no período de mais ou menos 10 semanas que desencadeia o desenvolvimento dos órgãos genitais masculinos, uma mãe com altos níveis de testosterona pode gerar um bebê do sexo masculino normal, mas com uma composição cromossômica XX. Por outro lado, se os níveis de testosterona não forem suficientes para iniciar a diferenciação do sexo masculino, o resultado será uma menina com cromossomos XY. Em ambos os casos, o desenvolvimento sexual continua normalmente no sentido que foi selecionado, embora possa haver problemas de fertilidade na idade adulta.

Alimentação da mulher

Finalmente, algumas pesquisas têm associado a alimentação da futura mãe com o sexo de seus filhos. Embora um tanto controversa, não parece haver uma correlação entre dietas ricas em calorias com bastante potássio, cálcio e vitaminas C, E e B12, e gerar bebês do sexo masculino. Os cientistas teorizam que a alimentação da mãe pode afetar o meio ambiente no útero e, assim, influenciar o processo de fertilização. Os alimentos ricos em nutrientes ligados a meninos são bananas, legumes, peixe e carne.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível