O que significa o termo alfa em uma ação

Escrito por bradley james bryant | Traduzido por daniel tamayo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que significa o termo alfa em uma ação
Alfa (http://thesaurus.maths.org/mmkb/media/png/Alpha.png)

A maioria das pessoas está familiarizada com a palavra "alfa". É a primeira letra do alfabeto grego. É utilizada para designar o destaque do grupo, como o macho alfa ou a estrela alfa de uma constelação. Na Bíblia, é usada no trecho "do começo ao fim" (o alfa e o ômega). O significado não é muito diferente no mundo do investimento. A maioria investe em ações por que querem um retorno, esse é o propósito dos investimentos. Dessa forma, o termo alfa significa o "retorno" para os investidores. Especificamente, é uma métrica do risco de um portfólio de investimento. Aquele com alfa positivo é o principal do portfólio.

Outras pessoas estão lendo

Origem

No meio do século XX, acadêmicos observaram que apenas 25 porcento dos investidores faziam mais dinheiro escolhendo ações específicas do que alguém que tinha todas as ações, em determinado segmento de mercado. Isso ficou conhecido por indexação, ou controlar uma amostra do mercado. O S&P 500 e o NASDAQ são exemplos de indexação que representam um segmento de mercado particular. Controlar esses índices é conhecido por investimento passivo, e gerentes de fundos de investimento geram mais lucro do que as estratégias passivas. Alfa é o termo usado para o lucro extra.

Cálculo

Michael Jensen cunhou o termo alfa, relacionado a estratégia de portfólio de investimento, em 1970. Ele usou um modelo de avaliação de preço de capital (CAPM) para desenvolver um cálculo mensurável. Esse modelo é usado por profissionais financeiros para determinar o preço de uma determinada avaliação. No contexto do CAPM, o alfa (conhecido como alfa de Jensen) é função do retorno do portfólio, a taxa livre de risco, o portfólio beta e o retorno de mercado.

Significância

O alfa mede o retorno, ajustado pelo risco, de uma determinada avaliação. Saber o valor avaliado que é dirigido pelas forças de mercado não significa nada sem considerar o risco associado de manter um valor ao longo de um período. O melhor investimento são ações ou valores com alto retorno e risco limitado. A expectativa da maioria dos gerentes de portfólio é ser o primeiro a observar essa anomalia. Calcular o alfa fornece aos gerentes a habilidade de comparar o risco associado a obter diferentes tipos de empresa na mesma indústria.

Teorias/especulação

Enquanto o alfa e o CAPM são métricas usadas pelos gerentes de portfólio na prática; os especialistas em finanças, como Eugene Fama, acreditam que o mercado é muito eficiente para se encontrar anomalias. Ou seja, uma ação que ofereça alto retorno com baixo risco terá tanta demanda, que a dinâmica de mercado irá elevar o preço da ação para compensar.

De acordo com essa lógica, todas as ações possuem o mesmo alfa, que é sempre igual à taxa de risco livre. As ações da Bershire Hathaway são um bom exemplo. Enquanto o risco de ter uma ação dessa empresa é limitado, e o retorno é alto, o preço é tão elevado que são poucas pessoas que podem pagar, quanto mais montar um portfólio apenas com elas.

Interpretação

O alfa é usado para avaliar a performance de um fundo, mas o que ele realmente significa? Em geral, se o alfa para uma ação ou portfólio é positivo, diz-se que é um investimento ideal ou de qualidade, que irá gerar retorno positivo ao longo do tempo. Porém, um alfa negativo aponta para uma performance ruim, em que o retorno não justifica o risco. Saber o alfa de um portfólio de ações é uma boa maneira de refinar sua procura.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível