O que significa o termo BYOD em computação

Escrito por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que significa o termo BYOD em computação
A nova tendência é que os funcionários levem seus próprios dispositivos para o trabalho (Ryan McVay/Lifesize/Getty Images)

Uma prática empresarial que vem dando muito certo em todo o mundo é abreviada pela sigla BYOD. Em inglês, o termo significa "Bring Your Own Device", ou seja, "traga seu próprio dispositivo". Tudo começou nos Estados Unidos, sobretudo na região da chamada Zona do Silício, onde estão localizadas as empresas de tecnologia mais importantes do planeta. A tendência do BYOD, que se espalhou rapidamente por todo o mundo, faz com que funcionários levem seus próprios aparelhos pessoais, como smartphones, tablets e notebooks para utilizar no trabalho de forma profissional. Esse modelo está em expansão sobretudo nas áreas de computação e novas tecnologias.

Outras pessoas estão lendo

Revolução digital

Especialistas em tecnologia apontam que a revolução proporcionada pelo BYOD é comparável apenas ao surgimento dos PCs ("personal computers") no mercado. Se antigamente as empresas eram detentoras dos dispositivos eletrônicos mais potentes, essa realidade mudou principalmente com a democratização dos smartphones e tablets. Hoje, não é incomum ver funcionários levando para o trabalho aparelhos superiores em qualidade, memória e processamento do que os dispositivos presentes na própria empresa. Por isso, o BYOD é visto como uma tendência positiva quando se avalia a produtividade empresarial, sobretudo em empresas que trabalham com computação. Ainda mais levando-se em consideração os grandes avanços em softwares na nuvem, permitindo que dados empresariais sejam acessados a qualquer hora e lugar.

O que significa o termo BYOD em computação
Na área da computação, o BYOD já é uma realidade em diversas empresas (Christopher Robbins/Photodisc/Getty Images)

Funcionários mais satisfeitos

Um dos efeitos imediatos do BYOD pode ser observado na satisfação da equipe de trabalho. Se antigamente eles deviam aprender a lidar com uma série de dispositivos que só seriam úteis nas horas de trabalho, agora eles não precisam passar por um treinamento de informática por já estarem familiarizados com a tecnologia dos aparelhos. Isso acontece principalmente em empresas de tecnologia, que utilizam aplicativos de smartphones e tablets que o funcionário já domina. No entanto, levar o próprio dispositivo pessoal pode trazer alguns problemas que precisam ser previamente definidos entre patrão e empregados, como eventuais danos ao aparelho durante o expediente, por exemplo.

O que significa o termo BYOD em computação
Funcionários tendem a ficar mais satisfeitos com essa nova tendência (David De Lossy/Digital Vision/Getty Images)

Horas extra

Mas nem tudo são flores para as empresas de tecnologia e computação. Justamente pela facilidade de intercâmbio de dados e informações, os limites entre o trabalho profissional e a vida pessoal do funcionário ficam ainda mais tênues. Esse é um problema que ainda não foi solucionado, já que o BYOD pode representar, na prática, um aumento considerável nas horas trabalhadas que não são devidamente remuneradas. Empresas de Tecnologia da Informação (TI) são as que mais sofrem com essa falta de limites, já que os profissionais são rotineiramente acionados a qualquer hora do dia, mesmo quando estão de folga. O que tem dado certo nos Estados Unidos são acordos na relação empresa-funcionário que deem conta dos imprevistos e desafios proporcionados pelo BYOD.

O que significa o termo BYOD em computação
O volume de horas extras pode ser um problema (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

Setor de TI (Tecnologia da Informação)

Se a empresa mantém o funcionário satisfeito e confortável ao lidar com aparelhos e dispositivos que ele já está acostumado, o mesmo não acontece no setor de TI. Com uma série de aparelhos diferentes em uso no ambiente profissional, o setor de TI recebeu uma considerável nova carga de trabalho. Acostumados a trabalhar com um equipe enxuta, os profissionais de TI foram surpreendidos por um problema de logística: devem lidar com os mais diferentes tipos e modelos de equipamentos, promover segurança de dados (anti-vírus e proteção de firewall, por exemplo), proteger dados empresariais e desenvolver softwares de dados na nuvem. Muitas empresas, decididas a apostar no BYOD, estão ampliando o setor de TI para dar conta dessa verdadeira revolução tecnológica que está acontecendo.

O que significa o termo BYOD em computação
Com o BYOD, as equipes de TI tiveram que receber mais investimentos (Comstock/Comstock/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível