Qual é o significado da arte egípcia?

Escrito por patricia k. maggio | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual é o significado da arte egípcia?
A arte egípcia é cheia de simbolismo complexo, relacionado a uma civilização remota (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

A arte do antigo Egito é envolta em simbolismo, cada imagem e ícone representados contêm um significado divino. A arte egípcia mais antiga data do oitavo milênio a.C., mas é o período faraônico que tem os símbolos mais familiares. Os hieroglifos, que decoram as paredes das grandes pirâmides, contam a história das antigas crenças e mitologia egípcias.

Outras pessoas estão lendo

A cruz ansata ou ankh

O símbolo mais reconhecível da arte do antigo Egito, a cruz ansata, representa a vida eterna. Geralmente, é caracterizada em ilustrações que exploram o pós-vida. Simboliza o "sopro de vida", necessário para a alma merecedora continuar a existência após a morte. Aqueles que podem oferecer a cruz ansata quase sempre são os faraós ou as deidades.

Vasos canópicos

Os vasos canópicos decorados continham as entranhas da aristocracia ou outras figuras importantes falecidas pertencentes à vida política e espiritual egípcia. Eram feitas de pedra, madeira, argila ou faiança, sendo esta última uma variedade de cerâmica esmaltada. Os vasos eram feitos em uma série de quatro, com um diferente filho de Hórus, deus do submundo, representado em cada um. Imseti, com cabeça humana, guardava o fígado; Kebehsenuef, com cabeça de falcão, protegia os intestinos; Hapi, com cabeça de babuíno, protegia os pulmões e Duamutef, com cabeça de chacal, guardava o estômago.

O escaravelho

O escaravelho, mais popularmente conhecido como o besouro do estrume, simbolizava Khepri, o deus do sol nascente. O escaravelho coletava estrume, enrolava-o em bolas para transportar através do deserto. Via-se essa ação como o reflexo da jornada do sol pelos céus. O escaravelho em forma de amuleto simbolizava a criação, o desenvolvimento e o crescimento.

O Uraeus

O Uraeus, ou serpente, representava o Baixo Egito e acreditava-se que era capaz de soprar fogo contra os inimigos que os atacavam. Associava-se estreitamente à aristocracia egípcia e, em geral, era representado na parte de trás da coroa do faraó. O Mont, divindade de uma província do Alto Egito, em geral era representado com duas serpentes em sua cabeça. Da mesma forma, Khonsu, um deus lunar, era muitas vezes desenhado com uma serpente em alguma parte de seu vestuário, assim como Mut, sua mãe e divindade do céu.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível