O que significam os cinco símbolos da bandeira olímpica?

Escrito por luc braybury | Traduzido por thiago andre scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que significam os cinco símbolos da bandeira olímpica?
Os anéis e a bandeira olímpica significam a paz e a união mundiais (Dean Mouhtaropoulos/Getty Images Sport/Getty Images)

Acredita-se que o símbolo olímpico de cinco anéis foi criado pelo francês Pierre de Coubertin em 1914. Como fundador dos Jogos Olímpicos modernos, ele queria celebrar o vigésimo aniversário dos jogos e escolheu um desenho de cinco anéis, que representam os cinco continentes que participam dos jogos. Os anéis viraram o símbolo olímpico oficial nas olimpíadas de 1920, na Bélgica, onde foram gravados em uma bandeira.

Outras pessoas estão lendo

Significado original

Pierre de Coubertin criou a bandeira olímpica para que fosse um "emblema internacional". Ele achava que os cinco anéis entrelaçados significavam uma união dos cinco continentes participantes e o encontro de seus atletas nos jogos olímpicos. A bandeira tradicional é composta por um fundo branco com cinco anéis, de cores azul, amarelo, preto, verde e vermelho. As cores foram escolhidas porque as bandeiras dos países participantes possuíam pelo menos uma delas.

Simbolismo

Todos os aspectos do símbolo e da bandeira olímpica representam o principal significado dos jogos, de forma específica. O fundo branco representa os ideais de paz e verdade. Apesar de Pierre de Coubertin não ter escolhido as cores dos anéis para representar continentes específicos, até 1951 cada um já tinha adotado sua cor. O azul representa a Europa; o preto, a África; o vermelho, a América; o amarelo, a Ásia; e o verde, a Oceania (Austrália e Nova Zelândia).

Uso

A bandeira olímpica, com seus anéis, é usada como um símbolo internacional de paz, união e solidariedade. Apesar de alguns símbolos, como a chama e o tema olímpicos, serem usados apenas durante os jogos, a bandeira fica hasteada durante todo o ano. Ela também é usada para permitir que participantes de países que não são representados participem dos jogos como atletas independentes.

Continuidade

Ao final de cada edição dos jogos olímpicos, o prefeito da cidade anfitriã passa a bandeira olímpica para o prefeito da próxima anfitriã, onde ela fica por quatro anos, até os próximos jogos. Durante a cerimônia, a bandeira da Grécia antiga é hasteada para simbolizar a história dos jogos. Desde os jogos da Bélgica, em 1920, a bandeira original foi passada de cidade em cidade, por 68 anos, até 1988. Agora, ela está guardada no Museu Olímpico, na Suíça.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível