Sinais de fluido nos pulmões de um gato

Escrito por danielle henley | Traduzido por larissa frança
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sinais de fluido nos pulmões de um gato
Um gato pode ter fluidos nos pulmões sem que você perceba (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Os pulmões de seu gato podem estar cheios de líquido por inúmeras razões, mas aprender os sinais pode ajudar você a conseguir ajuda para o seu animal antes que consequências para a saúde mais sérias se instalem. Os pulmões dos gatos oxigenam o sangue e removem o dióxido de carbono da mesma maneira que os dos humanos. Quando eles enchem-se de fluidos, o resultado é uma doença séria, chamada edema pulmonar. É crucial que o gato seja levado ao veterinário assim que possível, e aprender os sinais de alerta pode economizar tempo precioso.

Outras pessoas estão lendo

Tosse seca

A tosse seca no gato pode ser um sinal de fluido acumulando-se nos pulmões. As tosses de gatos são geralmente um sintoma de uma condição mais séria que um simples resfriado ou gripe, já que ela também é um indicativo de doença no coração. O fluido presente nos pulmões exercem pressão no coração, localizado na mesma parte do peito. Um veterinário utilizará um estetoscópio para escutar sons incomuns no coração do animal, assim como pulmões, para determinar a causa da tosse.

Chiados ruidosos

Os gatos com fluidos nos pulmões respiram de forma barulhenta. Os animais com essa condição, fazem sons borbulhantes e crepitantes quando inspiram e expiram. Esses ruídos são causados pelo ar movendo-se através dos fluidos nos alvéolos, pequenos aglomerados de tecidos parecendo uvas que trocam o dióxido de carbono e o oxigênio. Se a pneumonia é a causa desse chiado, os veterinários irão prescrever antibióticos para tratar a infecção.

Dispneia

A dispneia, ou respiração curta, é geralmente um sinal de que os pulmões do gato possuem fluidos inibindo as funções normais respiratórias. O acúmulo de fluidos nesses órgãos impedem que oxigênio suficiente entrem na corrente sanguínea nos gatos atingidos. A diminuição da respiração é somente algo para estar preocupado quando acontece enquanto o gato está descansando, já que a provocada por esforços extenuantes é considerada normal.

Respiração pela boca

Tentativas repetidas e insistentes em conseguir ar através da boca são sinais de que pode haver fluidos nos pulmões do seu gato. Os incidentes isolados de respiração oral não são sintomas de doenças, mas repetidos e forçados são um motivo de preocupação. Em animais com resfriados ou gripe, esse sintoma é causado pelo bloqueio das passagens nasais. Leve o seu gato ao veterinário se esse sintoma estiver acompanhado por febre ou se as vacinações dele para o vírus da leucemia felina não estiverem atualizadas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível