Sinais e sintomas de picos de estrogênio durante a perimenopausa

Escrito por cindi pearce | Traduzido por joão melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sinais e sintomas de picos de estrogênio durante a perimenopausa
Sinais e sintomas de picos de estrogênio durante a perimenopausa (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

Se você estiver na perimenopausa, o estágio que antecede a menopausa completa, os níveis de estrogênio podem ficar confusos, às vezes. Isso é típico. Seus hormônios sexuais, estrogênio e progesterona, assim como a testosterona, podem flutuar descontroladamente, conforme entra na reta final da menopausa. Quando ocorrem picos de estrogênio durante a perimenopausa, pode-se experimentar vários sintomas, alguns desagradáveis​​.

Outras pessoas estão lendo

Seios sensíveis

Um dos sinais de que os níveis de estrogênio estão demasiadamente elevados são seios sensíveis, doloridos e inchados. Você pode se lembrar dessa sensação da puberdade ou dos primeiros meses de gravidez. Altos níveis de estrogênio fazem o tecido mamário crescer. Níveis altos de progesterona podem fazer com que você retenha líquidos, aumentando o tamanho dos seus seios. Os picos de estrogênio são responsáveis ​​pela sensibilidade mamária e pelo crescimento de mioma uterino, de acordo com Marcie Richardson, MD, diretora do Harvard Vanguard Menopause Consultation Service e editora da Flashes, um boletim informativo mensal da North American Menopause Association. A sensibilidade nos seios é muitas vezes cíclica e resultante de alterações hormonais que ocorrem antes do período menstrual de uma mulher, durante a gravidez e durante a perimenopausa, de acordo com o 34-menopause-symptoms.com. Os seios ficam doloridos, sensíveis e inchados e você pode experimentar sensações de peso, entorpecimento e dor neles, bem como desconforto, ao se mover, e dor, durante o sono.

Menstruações irregulares e anormais

Na perimenopausa, pode-se não ovular regularmente. Quando não se ovula, você não produz progesterona. Quando a progesterona não é produzida, o estrogênio não entra em oposição. O excesso de estrogênio pode levar ao acúmulo de revestimento do útero, resultando em períodos menstruais irregulares ou mais intensos do que os normais, bem como períodos mais leves e dor e sensibilidade nas mamas. É diferente para cada mulher.

Seios fibrocísticos

Muitas mulheres na faixa etária da perimenopausa desenvolvem seios fibrocísticos, o que pode ser doloroso, mas geralmente não são nada para se preocupar. O falecido Dr. John Lee, conhecido por seu estudo da dominância de estrogênio e progesterona, notou que os seios fibrocísticos são um indicador de sobrecarga ou excesso de estrogênio em relação à progesterona. Lee recomendou a utilização de progesterona natural, para limpar os cistos e aliviar qualquer desconforto que se possa experimentar.

Outros sintomas da predominância de estrogênio

O estrogênio é um hormônio crucial, mas quando uma mulher o produz em excesso, afeta o corpo e o cérebro. Picos de estrogênio podem causar irritabilidade, ondas de calor, suores noturnos, insônia, raiva, confusão mental, ganho de peso e perda de memória. Outros sintomas da predominância estrogênica, ou dos picos de estrogênio, incluem açúcar instável no sangue, inchaço, perda de cabelo, metabolismo lento, hipoglicemia, síndrome pré-menstrual e deficiência de zinco, de acordo com Christiannet.com.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível