Sinais e sintomas da tuberculose bovina

Escrito por toni rakestraw | Traduzido por eduardo horst maidana
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sinais e sintomas da tuberculose bovina
A tuberculose bovina é muito contagiosa (Heads of Cattle image by Rosie Black from Fotolia.com)

A tuberculose bovina (Mycobacterium bovis) é uma doença bacteriana que afeta os pulmões. Ela é contagiosa e crônica assim que estabelecida. Normalmente afeta o gado, mas pode se espalhar para qualquer animal de sangue quente, inclusive humanos. Esse tipo de tuberculose é bem semelhante à tuberculose humana. Os sintomas frequentemente não aparecem até que a doença já esteja em estado avançado. Esse moléstia pode ser encontrada no mundo inteiro, embora alguns países, especialmente na Europa, tenham sido declarados livres de tuberculose.

Outras pessoas estão lendo

Sinais clínicos

Os estágios iniciais da tuberculose bovina usualmente não apresentam sintomas detectáveis, e pode demorar alguns meses até que o primeiro sintoma seja constatado. Infecções podem também permanecer dormentes por vários anos, sendo ativadas quando o animal fica estressado ou envelhece. O primeiro sintoma notado pode ser uma tosse produtiva que se torna crônica depois que a bactéria se instalou completamente nos pulmões do animal. Isso pode progredir para uma pneumonia. Febre baixa também pode estar presente. Embora a infecção seja mais comum nos pulmões, ela também pode afetar o cérebro, os rins ou a medula espinhal. Infecções no estágio inicial podem ser detectadas através de testes regulares em locais onde existem programas de erradicação. Quando gado infectado é encontrado, o rebanho inteiro tem que ser sacrificado. A fazenda é então desinfetada e deve continuar livre da infecção por pelo menos 30 dias antes que seja liberada para abrigar um novo rebanho.

Sintomas visíveis

Com a progressão da doença, o animal pode emagrecer devido à falta de apetite. A tosse piora, especialmente no frio ou quando o animal se exercita. Ele se torna letárgico e fraco. Quando os animais chega ao estágio terminal, eles podem apresentar dificuldades respiratórias severas. Um médico veterinário pode detectar linfonodos inchados e, em casos graves, eles podem se romper e drenar. Linfonodos inchados podem também bloquear vasos sanguíneos e vias aéreas, causando grande sofrimento ao animal. Se o trato digestivo está envolvido, o gado pode mostrar sinais de constipação ou diarreia. Com os programas de erradicação, poucos animais chegam aos estágios severos da doença.

Lesões encontradas depois da morte

Bovinos que morreram ou que são encontrados nos abatedouros possuem lesões granulomatosas nos linfonodos e nos pulmões. Alguns desses pequenos abscessos podem ser vistos apenas em uma inspeção cuidadosa durante a necrópsia. Lesões também podem ser raramente encontradas na genitália.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível