Sintomas da acidose metabólica veterinária

Escrito por erik devaney | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sintomas da acidose metabólica veterinária
Cães e gatos podem ser vítimas da acidose metabólica (Duncan Smith/Photodisc/Getty Images)

A acidose metabólica (às vezes chamada de acidose metabólica hiperclorêmica ou acidose tubular renal) é uma doença que pode afetar tanto cães quanto gatos, e resulta de uma insuficiência renal crônica, uma condição na qual os rins do seu animal ficam cada vez menos funcionais com o passar do tempo. Existem dois tipos de acidose metabólica, conhecidas como distal (tipo 1) e proximal (ou tipo 2). Ambas podem produzir efeitos colaterais debilitantes, embora a primeira seja consideravelmente pior.

Queda dos níveis de bicarbonato e aumento dos níveis de hidrogênio ionizado

Tanto na acidose metabólica distal quanto na proximal, os níveis de bicarbonato do seu animal vão cair, enquanto os níveis de hidrogênio ionizado aumentam. A diferença é que na acidose distal o corpo do animal produz muito hidrogênio ionizado, enquanto na proximal ele é incapaz de absorver bicarbonatos suficientes. De acordo com o felinecrf;com, o veterinário, com a ajuda de alguns equipamentos especializados, pode realizar uma análise de sangue e gases para determinar os níveis de bicarbonato e hidrogênio do seu animal. Outra opção é testar uma amostra de "exalação", pois os níveis de dióxido de carbono costumam cair junto com os bicarbonatos.

Queda nos níveis de pH

A acidose metabólica também é associada com uma queda nos níveis de pH de um animal, ou seu nível de acidez vs. alcalinidade. Você pode pensar no pH como uma linha numeral, com acidez à esquerda e alcalinidade à direita, e o número 7 (indicando neutralidade do pH) bem no meio. De acordo com o website vet.ega.edu, se o pH do sangue do seu animal ficar abaixo de 7,2 (mais ácido), podem haver consequências cardíacas severas que incluem arritmia (ou batimentos cardíacos irregulares) e fibrilação ventricular, uma contração fraca do coração.

Perda de ossos

De acordo com o merckvetmanual.com, a acidose metabólica — particularmente a variedade distal — às vezes é associada com a desmineralização do esqueleto, que é mais comumente conhecida como "perda de ossos". Isso é causado pela reação do animal aos níveis elevados de hidrogênio ionizado: o corpo tenta amortecer — ou desativar — o hidrogênio, e ao fazer isso, danifica os tecidos ósseos.

Pedras nos rins

A acidose metabólica também tem sido a causa para o surgimento de pedras nos rins, ou nefrolitíase. Assim como na perda de ossos, isso ocorre primariamente com o tipo distal da doença. De acordo com o merckvetmanual.com, as pedras renais se formam quando o excesso de cálcio na urina do seu animal se solidifica.

Obnubilação

De acordo com o vet.uga.edu, casos prolongados e severos de acidose metabólica podem levar à obnubilação, ou redução da capacidade mental do seu animal. Os sintomas podem incluir desorientação, agitação e, em geral, comportamento incomum ou atípico. Se não for tratada, a obnubilação induzida por acidose metabólica pode ficar severa ao ponto do animal entrar em coma.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível