Sintomas da degeneração do disco de L5-S1

Escrito por karla gambrill | Traduzido por josé víctor dias lourenço
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sintomas da degeneração do disco de L5-S1
Dor lombar é o principal sintoma de problema no disco L5-S1 (sexy back 3 image by Kelly Kane from Fotolia.com)

A coluna vertebral é durável e flexível, permitindo que uma pessoa se mova livremente em várias direções diferentes. As vértebras são separadas umas das outras por discos intervertebrais que agem como almofadas. A Doença Degenerativa do Disco, ou DDD, surge quando um disco começa a falhar em razão de um trauma ou do processo de envelhecimento normal. O disco entre a quinta vértebra lombar e a primeira vértebra sacral denomina-se disco L5-S1. Devido às mudanças na curvatura da coluna neste local, essa área sofre significativamente mais estresse do que outras da região lombar. Este disco é frequentemente diagnosticado com DDD, e é uma causa comum de dores na lombar.

Outras pessoas estão lendo

Dor lombar

Frequentemente, dor nas costas é a queixa principal dos pacientes que procuram tratamento para um disco L5-S1 degenerado. A dor geralmente é centralizada e localizada bem na região lombar. Um disco degenerado muitas vezes provoca uma dor do tipo crônica e de baixa intensidade, com surtos agudos de dor moderada a severa quando a doença se agrava. A dor é pior quando se está sentado e costuma ser aliviada conforme a pessoa anda. De acordo com D.J. Magee em seu livro "Avaliação física ortopédica", o disco em si é pobremente inervado, mas estruturas adjacentes, como músculos, tendões e ligamentos, têm muitas terminações nervosas. Danos ao disco muitas vezes faz com que esses nervos enviem sinais de dor.

Espasmos musculares

À medida que aumenta a dor, especialmente durante uma crise aguda, os músculos da região lombar começam a sofrer espasmos, ficando como uma tala na região, gerando, assim, maior estabilidade. Os espasmos são frequentemente a razão pela qual uma pessoa sente que suas costas "sumiram." Algumas pessoas sentem alívio com calor úmido suave de uma almofada aquecida, e alguns necessitam de medicação para reduzir os espasmos. Os espasmos são um outro sintoma de piora do disco, e tratá-los isoladamente não vai resolver o problema por trás disso.

Dor irradiada

Se o disco L5-S1 se reduz o bastante para comprimir os nervos que saem da medula espinhal, a dor pode irradiar para as nádegas, quadris ou coxas. Tratar as áreas de dor não reduzirá o sintoma; o disco que está causando o problema deve ser tratado para obter alívio. Pressão por um longo período de tempo sobre as raízes nervosas pode resultar em dormência, formigamento e outras sensações diferentes nessas regiões. O Manual Merck relata que mais de 80 porcento das rupturas do disco afetam as raízes nervosas de L5 ou S1. O tratamento adequado para DDD deve ser procurado na fase inicial.

Pé caído

Nervos que foram comprimidos por um longo período por degeneração no disco param, eventualmente, de enviar sinais do cérebro para os músculos. Se os músculos que flexionam o pé para cima se enfraqueceram significativamente, ou se há uma incapacidade completa para realizar esse movimento, deve-se ir a um médico imediatamente. Reduzir a pressão sobre os nervos do disco lesado é crucial para qualquer esperança de recuperar a função.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível